terça-feira, 14 de julho de 2009

Non son degno di te *

“Non son degno di te, non ti merito più,
ma al mondo no, non esiste nessuno
che non ha sbagliato una volta!....”
( Gianni Morandi 1969)
Realmente, não sou digno dos maravilhosos vizinhos que tenho neste blogobairro. Entretido com o meu umbigo, não agradeci a todos que durante este período enviaram comentários desejando-me boas férias. Assim, porque estou em Espanha, recorro à versão espanhola doutra canção deste italiano percursor do Marco Paulo e “De Rodilas ante vos” peço desculpa pela minha falta de educação e renovo os meus votos de boas férias para todos.
Entretanto, comunico-vos que decidi fazer links de todas as canções que aqui vou mencionando e já podem ver as dos posts anteriores. Basta clicar no nome da canção que vai sempre no rodapé.Amanhã, ou quinta-feira, anuncio o primeiro passatempo do Verão do Rochedo que espero venha a ser bastante participado pelos que ainda não estão de férias e pelos que forem regressando.
Beijinhos e abraços para todos

* “Non son degno di te” é uma canção de Gianni Morandi digna de figurar nos anais do nacional cançonetismo. Estrondoso êxito em Itália, em 1969, conheceu uma versão espanhola em 1970 sob o título “No soy digno de ti”. Lembro-me que também houve uma versão portuguesa, mas desconheço quem a cantava e não recordo o título.Não está no rol das minhas canções de Verão, mas era tocada em todas as discotecas da época e traduz na perfeição a vergonha que agora me invadiu.

6 comentários:

  1. O êxito era tão grande que, contou-me quem sabe, na Guiné, ainda durante a guerra colonial, era uma canção muito pedida para a rádio. E, tal como me contam também, assim a apresentavam:

    Para Mamadu Jaló, com firma no Catió, de Jeni Morandi, não sou degno di bó

    :)))))

    ResponderEliminar
  2. Carlos, as férias são férias. Só faltava que por cima de enviar estes textos, ainda ficasse colado ao computador como os que não temos mais remédio para nos responder. Vá, aproveite o sol. (`_^)

    ResponderEliminar
  3. E aqui temos um blogue todo musical, pois então...
    Cá esperamos pelo passatempo, se houver tempo para passar :-)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  4. O amigo Carlos voltou todo musical das suas férias em terras de nuestros hermanos, muito bem!
    Esta canção recorda-me estar em casa da minha tia e ouvir os discos pedidos que se faziam nas rádios nacionais.

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. "Se bem me lembro" - citando Vitorino Nemésio"- Gianni Morandi foi das minhas primeiras paixonetas "cinéfilas", tinha eu os meus 12 anos e na altura o meu sentido crítico, convinhamos,não era muito apurado, curei-me depressa, ehehe!
    No feminino havia a Rita Pavoni, também muito inspiradora de paixões no sexo oposto ainda na idade da inocência e o espanhol Raphael que, para mim, não tinha graça nenhuma,sabe-se lá porquê, talvez pelo idioma?!
    Espero ser sempre digna de si e do previlégio que me concede em lê-lo
    com muito prazer!

    ResponderEliminar
  6. Isto vai parecer uma barbaridade mas............ não sendo do meu tempo, até que quando era miúda e ocasionalmente ouvia a canção até que não desgostava e trauteava na pereição. Pronto, está dito com um grande rubor de vergonha nas faces:)

    ResponderEliminar