sexta-feira, 29 de junho de 2018

Olá! Então como vão?

Peço desculpa a todos por não ter dado notícias mas um período de reflexão, enquanto estive acamado, permitiu-me concluir que era altura de fazer uma pausa.  
Não é altura para me desgastar com as parvoíces do Trampas,  a prostituição política de Cristas, os arrufos da geringonça, os remorsos do Homem Brancom os jogos pornográficos de alguns sindicalistas, as cretinices do Queiroz, as tonterias de Bruno de Carvalho e Pedro Santana Lopes, nem me indignar com o estado miserável da justiça portuguesa, sistematicamente condenada pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem por violar os direitos dos réus no processo Casa Pia, mas não só.
Estou incomodado com o estado do mundo e particularmente com o estado comatoso da Europa.
Quem me segue há mais tempo, sabe que há muitos anos afirmo que a UE é uma farsa e a Europa caminha para o extertor. Mas, embora assumindo o fim da Europa, ainda antes da assinatura do Tratado de Maastricht, reconheço que não esperava que ele fosse tão violento como se anuncia.
Como já perceberam estou desiludido e preocupado com o estado do mundo, mas não me vou desgastar mais em lamentações. O meu lema de vida sempre foi o do Snoopy, não será agora que vou mudar de opinião.
Isto não é uma despedida.Voltarei sempre que puder e achar que os meus escritos podem ser úteis. Por agora, irei prolongar a licença sabática, mas isso não significa que me remeta ao silêncio absoluto.
Talvez regressem algumas crónicas, para amenizar este Inverno estival 
Entretanto  fiquem bem. Tenham umas excelentes férias e até breve.