terça-feira, 24 de abril de 2018

As maleitas da geringonça





A geringonça precisa de ir à oficina para fazer a revisão.
É certo que o motor/( António Costa) continua a funcionar quase na perfeição, apesar de alguns ruídos que por vezes se ouvem, mas há peças que estão fora de prazo ou a precisar de uma afinação.
Se é verdade que a árvore de Cames ( Mário Centeno)  apesar de inclinada à direita, está em bom estado, nota-se um desgaste que provoca alguns distúrbios na distribuição, afectando as peças mais frágeis e desgastadas da geringonça.
Eu sei que na cultura basta meia dúzia de vozes que ninguém conhece saírem para a rua com amigos e família em protesto, para se começarem a ouvir ensurdecedores ruídos, mas o ministro da Cultura não existe;
A saúde é um pilar fundamental da geringonça mas o ministro da pasta, a quem compete manter em funcionamento o SNS é  de uma inutilidade absoluta; 
No Desporto, o secretário de estado sofre de clubite aguda, o que lhe provoca uma enorme cegueira. Agravada  pelo facto de a geringonça estar manietada por um eucalipto vermelho que seca tudo à volta. Nem mortes e graves incidentes à porta de estádios acordam esta Bela Adormecida que só  tem olhos para o Penta.
Já que é ceguinho, pelo menos podia estar atento ao que se passou na final  do campeonato universitário de futebol e tirar daí algumas ilações, mas parece já não haver esperança. O homem é um robô bem mandado;
Uma das peças mais sólidas da geringonça é Vieira da Silva, mas começa a revelar algum desgaste. Se em matéria de trabalho a peça continua a funcionar razoavelmente bem, em matéria de Segurança Social as coisas vão declaradamente mal. Os sucessivos casos de irregularidades  nas IPSS, cujos inquéritos se prolongam indefinidamente, têm contribuído para fragilizar um dos melhores ministros da geringonça. A estranha demora (20 meses) em homologar o relatório sobre a gestão da Santa Casa da Misericórdia, que aponta inúmeras irregularidades durante a gestão de Santana Lopes, levanta sérias suspeitas sobre o funcionamento  de uma das peças fundamentais da geringonça.
Se acrescentarmos a tudo isto a dificuldade que nos últimos meses  a geringonça tem mostrado  em relacionar-se com os aillerons que a sustentam (BE e PCP) , o que resulta em constantes guinadas à direita, concluiremos facilmente que a geringonça tem de ir rapidamente à oficina para uma cuidadosa revisão.
Amanhã comemora-se  o 44º aniversário do 25 de Abril. Seria excelente aproveitar a data para o fazer.

Conversas da treta

Devo dizer que  estou cansado dessa conversa  da treta  " os políticos são todos iguais, não fazem nenhum, são corruptos  e ganham balúrdios".
Se ser político é assim tão fácil e rentável, porque é que há cada vez menos gente a querer ir para a política?