quarta-feira, 28 de março de 2018

É no que dá ouvir os conselhos do Abrunhosa





Portugueses gastam 27 milhões de euros em Viagra ( Capa do CM);

Só nos três primeiros meses de 2018, a DECO recebeu pedidos de ajuda de 7400 famílias sobre endividadas ( notícia RTP)
Isto anda tudo ligado. Eu sempre disse que aquela canção do Abrunhosa ( E agora que fazer? Talvez f....)  não devia ser levada à letra.

Para onde vai o dinheiro das escolas?




Lembram-se daquelas manifestações de pessoas vestidas de amarelo, reclamando contra o corte nos subsídios aos colégios privados?
Lembram-se das canárias amarelas que gritavam pelas  ruas que iam ser vítimas do maior despedimento colectivo de que há memória em democracia?
Lembram-se dos paizinhos a arrebanhar os vizinhos para se juntarem às manifs dos amarelos, porque os filhos iam ser obrigados a frequentar escolas públicas ?
Lembram-se de os proprietários das escolas privadas defenderem que a atribuição de subsídios é um dever  do Estado, porque as escolas privadas estão a garantir um serviço que o Estado não presta?
Lembram-se de a associação de escolas privadas reclamar mais dinheiro do Estado e dizer que muitas escolas seriam obrigados a encerrar e deixar milhares de crianças sem aulas e professores sem emprego, porque era impossível sobreviver  sem um aumento dos subsídios?
Agora me lembro que  o governo Passos/Portas despediu milhares de professores das escolas públicas para subsidiar colégios privados.