sexta-feira, 23 de março de 2018

Até podiam aproveitar a Páscoa...

O José Simões sugere e eu apoio:

Uma questão de Fé


Não tenho qualquer dúvida sobre a seriedade e independência do Professor João Guerreiro,uma das pessoas mais íntegras que conheço. Parece-me por isso muito estranho que a CTI não tenha ouvido o ex secretário de estado Jorge Gomes e venha agora admitir a existência de imprecisões no relatório.
Reconheço,igualmente, a enorme competência do professor Jorge Gomes. Se chama mentiroso ao 2 Comandante da Proteção Civil, não o afirma sem fundamento. É o próprio professor João Guerreiro que reconhece a possibilidade de se ter baseado em dados falsos que lhe foram fornecidos.
Não reconheço em Assunção Cristas idoneidade moral, nem capacidade técnica ou politica para fazer as acusações que tem vindo a fazer ao governo, atribuindo-lhe responsabilidades que a CTI não descortinou no relatório.
Posto isto, tirem as vossas conclusões. Eu já tirei as minhas e só vos digo isto:
Continuem a acreditar que a culpa dos incêndios foi da ministra e vão ter muitas surpresas desagradáveis. Nem precisam de esperar muito. Basta aguardarem pelo próximo Verão.