quarta-feira, 21 de março de 2018

Memórias em vinil (CCCLX)

E porque hoje é Dia Mundial da Poesia, foi esta a primeira memória que me apareceu.
Boa noite!

O Passismo está bem vivo (Infelizmente...)




Anda por aí muita gente convencida que, com a saída de  cena de Passos Coelho e a ascensão de Rui Rio à liderança do PSD, o debate político subiu de nível.
Não nos iludamos. Acabo de ouvir Luís Montenegro acusar o governo de ser responsável pelo surto de sarampo que grassa no país.
Só uma pessoa com grande desonestidade intelectual e sem qualquer réstea de moral pode fazer uma afirmação destas.  
Com argumentos deste jaez, Luís Montenegro não pode ser uma pessoa séria. Não seria problema, se o ex líder parlamentar do PSD não tivesse anunciado que um dia voltará para disputar a liderança do PSD. 
De uma coisa não tenho dúvidas. Faz um belo par com Assunção Cristas. Será pela proximidade geográfica das suas origens que têm um estilo arruaceiro tão similar?

Prioridades da RTP: educar o gosto dos portugueses ao pontapé!





Na noite de segunda feira, dia do Pai, a RTP transmitiu em directo, no canal 1, uma gala de entrega de prémios Quinas de OURO, promovida pela FPF, Sindicato de Jogadores e outras entidades do mundo da bola. Durante duas horas, o principal canal da RTP serviu de palco ao desfile dos homens e mulheres da bola, no pavilhão Carlos Lopes. Cultura- dizem eles. 
Ontem à noite, a Sociedade Portuguesa de Autores atribuiu os prémios Autores 2018, durante uma gala realizada no CCB. A RTP remeteu a transmissão para o canal 2.
 Por muito que se goste de futebol - e eu gosto- só por masoquismo alguém passa duas horas diante de um televisor a ver a atribuição dos prémios da bola. Alguém na RTP, porém, terá considerado que os prémios Quina de Ouro tinham potencial para atrair grande audiência, já que por lá estavam vários ídolos dos portugueses, como Cristiano Ronaldo, Mourinho e ... LFV.
Já quanto aos Prémios da SPA, que distinguem autores e obras que marcaram a nossa vida cultural e artística em 2018, a RTP considerou que se tratava de uma gala menor, que não mereceria a atenção dos portugueses e remeteu-a, discreta e envergonhadamente para a RTP 2.
À primeira vista, a  escala de prioridades de serviço público da RTP parece um insulto aos portugueses mas depois olhamos à nossa volta, pensamos mais maduramente, e chegamos  à conclusão que às tantas a RTP  tem razão nas prioridades que estabelece. Os portugueses são capazes de passar uma semana inteira a discutir futebol mas, quando se trata de cultura, despacham o assunto rapidamente.
Creio - porventura com alguma ingenuidade-  que serviço público também é proporcionar aos portugueses  programas culturais ( sim, eu sei que a RTP 2 tem uma oferta boa e variada, mas é um canal  visto  por um público específico) no canal 1. 
Não resisto, por isso, a lançar um repto a Marcelo Rebelo de Sousa. Uma vez que esteve nas duas galas, reserve uns minutinhos do seu tempo para dizer  aos responsáveis da RTP que estiveram muito mal ao inverter a ordem de prioridades.
Agradecido

O caminho para a Felicidade (só para adultos)





A Primavera chegou hoje, a meio da tarde. Para assinalar esse momento sempre ansiosamente esperado, planeei divulgar aqui um pequeno filme sobre a Felicidade.

Estranhamente,  apesar de não se tratar de um filme de auto ajuda, o You Tube estabelece restrições de idade a este vídeo que nos indica o caminho para  chegar às Felicidade. Por esse motivo, não consegui reproduzi-lo aqui directamente
Como  me parece que este pequeno filme de Steve Cuts é imperdível, recorri a outra via para o mostrar aos leitores do CR.
Antes de vos começar a contar alguns truques utilizados pelas empresas para enganar os consumidores, sugiro-vos que vejam esta curta metragem ( 4m) porque, no fundo, a culpa de sermos apanhados nas ratoeiras que nos impedem de conhecer a prometida Felicidade Suprema, também é nossa.