quinta-feira, 19 de julho de 2018

Dona Madalena



O homem aproximou-se do balcão quando eu tomava café. Varreu a vitrina com os olhos em procura de alguma coisa que não encontrava. A empregada perguntou:
- Deseja alguma coisa, meu senhor?
- Não tem queques de maçã?
- De maçã não tenho. Só normais, de noz e Donas Madalenas
O homem desinclinou-se, fixou o olhar na jovem empregada negra e disse:
- Não sabia que agora  tratavam as madalenas por donas!...
- Sim, meu senhor. Estas não são umas madalenas quaisquer! 
- Então que têm de especial? São brazonadas?
- Lá isso eu não sei, meu senhor. Só sei que quem as faz é a D. Madalena.

4 comentários: