sexta-feira, 29 de junho de 2018

Olá! Então como vão?

Peço desculpa a todos por não ter dado notícias mas um período de reflexão, enquanto estive acamado, permitiu-me concluir que era altura de fazer uma pausa.  
Não é altura para me desgastar com as parvoíces do Trampas,  a prostituição política de Cristas, os arrufos da geringonça, os remorsos do Homem Brancom os jogos pornográficos de alguns sindicalistas, as cretinices do Queiroz, as tonterias de Bruno de Carvalho e Pedro Santana Lopes, nem me indignar com o estado miserável da justiça portuguesa, sistematicamente condenada pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem por violar os direitos dos réus no processo Casa Pia, mas não só.
Estou incomodado com o estado do mundo e particularmente com o estado comatoso da Europa.
Quem me segue há mais tempo, sabe que há muitos anos afirmo que a UE é uma farsa e a Europa caminha para o extertor. Mas, embora assumindo o fim da Europa, ainda antes da assinatura do Tratado de Maastricht, reconheço que não esperava que ele fosse tão violento como se anuncia.
Como já perceberam estou desiludido e preocupado com o estado do mundo, mas não me vou desgastar mais em lamentações. O meu lema de vida sempre foi o do Snoopy, não será agora que vou mudar de opinião.
Isto não é uma despedida.Voltarei sempre que puder e achar que os meus escritos podem ser úteis. Por agora, irei prolongar a licença sabática, mas isso não significa que me remeta ao silêncio absoluto.
Talvez regressem algumas crónicas, para amenizar este Inverno estival 
Entretanto  fiquem bem. Tenham umas excelentes férias e até breve.

15 comentários:

  1. Muito bem! As suas melhoras =))

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Um abraço para o Carlos e a sua licença sabática. Ninguém se despede em absoluto, Carlos. Só na morte. E até nela gosto de sonhar que o absoluto é um absoluto relativo:).
    Boas férias. Ou o que seja.

    ResponderEliminar
  3. Vou ter muitas saudades do Carlos, mas sabendo que se afasta para viver tranquilo, já eu me sinto feliz.

    Um grande abraço de amizade da amiga de sempre.

    ResponderEliminar
  4. Senti saudades das suas crónicas.
    As melhoras.
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Sempre preocupada mas estava à espera de qualquer coisa semelhante. Sempre preocupado com o mundo que não nos liga nada. Apesar de sentir falta dos seu postais, desejo-lhe tempos de quietude, dias amenos e que viva o quanto puder. Um abraço.

    ResponderEliminar
  6. Saúdo-o, caro Carlos. Com saudades das suas crónicas a que se junta o desejo de boas melhoras.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  7. Francisco de Sousa Rodriguessábado, 30 junho, 2018

    Que a sua saúde lhe permita sabáticas e regressos.
    Cá o esperamos!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  8. Andarei por aqui a espreitar. Descanse e surpreenda-nos como sempre.

    ResponderEliminar
  9. As melhoras. Cuide, que nada há de mais importante do que cuidarmos de nós.
    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Cá o espero com mais cronicas,
    mas o mais importante são as suas melhoras

    ResponderEliminar
  11. Bom descanso, rápida recuperação da saúde e um abraço

    ResponderEliminar
  12. Bom descanso, cuide bem da saúde e retorne porque muitos gostam de ler suas cronicas.

    ResponderEliminar