domingo, 15 de abril de 2018

Isto ainda não acabou

O FC do Porto venceu na Luz. Foi feliz, mas fez por isso, pois foi a equipa que sempre procurou a vitória, enquanto o SLBenfica mostrava estar satisfeito com o empate.
Além disso fez-se justiça. Na primeira volta,no Dragão, o FC do Porto marcou um golo que afastaria o Benfica do título, mas que o árbitro resolveu invalidar.
Mas ATENÇÃO! Nada está ganho e muito ainda se vai falar de arbitragem até final. E nem o Sporting está afastado da corrida.
Escrevi este  post com muita civilidade, pelo que peço a alguns benfiquistas que gostam de emporcalhar a caixa de comentários com afirmações que em nada os dignificam, que tenham a dignidade de se rever nos comentários de João Gobern em vez de provocar arruaças, como os adeptos benfiquistas que descarregaram a sua frustração apedrejando a polícia.

12 comentários:

  1. Com este resultado, o FC Porto assume a liderança do campeonato com dois pontos de vantagem sobre o Benfica e pode muito bem ter caminho aberto para a conquista do título de campeão nacional no final desta época.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda há muitos escolhos e muitas malandrices a ultrapassar, Teresa. Temo que o caminho esteja armadilhado para nos prejudicarem uma vez mais

      Eliminar
  2. No Dragão o arbitro não invalidou nada, já tinha apitado quando a bola foi rematada, e, não apitou fora de jogo mas sim carga ao defesa.

    Hoje, na 2ª parte houve pouco Benfica, mais FCPorto, mas foi um jogo equilibrado em que se tem de aceitar qualquer resultado, apesar de mais uma vez Soares Dias ter o azar de ter uma queda para o azul.

    Fosse este um campeonato competitivo e muito haveria para jogar, mas não estou a ver o Porto a deixar-se ir na cantiga.

    A mim, como Benfiquista, preocupa-me é que já vão em 7 jogos seguidos com o Porto sem uma vitória, e somando RV+JJ são 7 anos com apenas 2 vitórias na Luz para o campeonato.

    Tendo em conta os desequilíbrios que são evidentes, cada vez mais estes clássicos tornam-se fundamentais para o titulo.

    O FCPorto já tem 8 pontos neste mini-campeonato, o Benfica 2 (-1 jogo) e o Sporting 2 (-1 jogo), logo só por incúria é que o Porto perderá este campeonato. O contrário seria válido se fosse o Benfica o vencedor.

    Atrás de tempos, tempos virão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. desta vez discordo, Chakra. Nem Soares Dias foi pró azul ( dos comentadores televisivos do SLB só o imbecil do Pedro Guerra achou que sim) nem no jogo do Dragão o árbitro assinalou falta. Essa foi a versão posta a correr pela central de intoxicação benfiquista, mas não colou.
      Sinceramente, tenho bastante receio que este campeonato se decida fora das 4 linhas e tenho a certeza que não vai faltar quem use todos os meios para conseguir influenciar a classificação final. E muito dinheiro ( para incentivos) vai correr por aí.

      Eliminar
    2. Se não assinalou falta devia ter assinalado, se revir o lance para mim é carga nas costas do defesa, e a bola fica á disposição do jogador que remata para a baliza (não estava fora de jogo) - ou seja, fora de jogo não existe, por isso para mim foi marcada falta. E obviamente que nesse jogo o FCPorto foi melhor, mas talvez se recorde do lance entre Filipe e Jonas aos 20 min. e que com um arbitro rigoroso teria dado vermelho, e este nem amarelo deu - quem era o arbitro? Pois....

      O Artur Soares Dias perdoa 2º amarelo ao Sergio Oliveira, e um penalty que se pode discutir mas que pode ou não ser marcado.
      No entanto, conforme disse repito, o jogo foi equilibrado e qualquer resultado aceita-se, logo aceito que o FCPorto tenha ganho, até porque na 2ª parte esteve melhor que o Benfica.

      Os meios que se usam para ganhar todos os usam ou usaram, pelo menos é o que consta, desde que não ultrapasse o éticamente suportável.
      Por exemplo, o FCPorto pode pagar ao Estoril para ganhar ao Benfica, e embora as regras o proíbam, na minha opinião não é errado, ganhar é o que todos querem, agora pagar para perder, ou ameaçar árbitros (alô Super Dragões) é que não me parece nada bem.

      Eliminar
  3. Em circunstâncias normais, assim seria, Teresa, mas lembro-lhe que o FC do Porto devia ter chegado à Luz com 5 pontos de avanço que desbaratou com duas derrotas fora frente a equipas que tinha obrigação de derrotar. Até ao final do campeonato o FC do Porto vai ter deslocações bem mais difíceis ( Marítimo e Guimarães), pelo que tudo pode acontecer.

    ResponderEliminar
  4. Ainda faltam quatro jogos.
    Alguns bem complicados.
    Mas estamos à frente e isso é que interessa.
    O resto é parvoíce que já me obrigou hoje a mandar tomar os medicamentos a alguns doentes.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As análises dos comentadores benfiquistas nas TV's ( com excepção do João Gobern, que é um homem de relativo bom senso) são risíveies e um atentado à inteligência.

      Eliminar
  5. Que moral teria eu, como benfiquista, criticar o que quer que fosse se foi a 'minha equipa' a dar o bónus ao FCPorto quando Rui Vitória abdicou de atacar, jogando para o empate quando precisava de atacar e tinha argumentos para o fazer.
    Há, no meu entendimento, uma acção dentro da grande área portista, passível de grande penalidade, quando Ricardo empurra clara e deliberadamente Zivcovic. Errou, sem dúvida, quer Soares Dias (árbitro) quer Tiago Martins (VAR). Nessa altura já o Benfica tinha praticamente desistido do que lhe interessava, a vitória.
    O futuro? Não há bolas de cristal nem lógicas. Há jogos para jogar e pontos para perder ou ganhar. As contas só se fazem na última jornada, mesmo que a célebre e tão apregoada matemática possa dizer algo em contrário.

    Boa semana, Carlos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dei-me ao trabalho de ler as análises de ex-árbitros na imprensa desportiva de hoje e a esmagadora maioria ( creio só haver uma excepção) diz que não foi penalty
      Boa semana António

      Eliminar
  6. Este arbitro fingiu não ver um pénalti contra o Porto quando este jogou com o Sporting. Ontem fez vista grossa a uma falta para segundo amarelo e ficou pelos limites no pretenso pénalti a favor do Benfica.

    ResponderEliminar