terça-feira, 24 de abril de 2018

As maleitas da geringonça





A geringonça precisa de ir à oficina para fazer a revisão.
É certo que o motor/( António Costa) continua a funcionar quase na perfeição, apesar de alguns ruídos que por vezes se ouvem, mas há peças que estão fora de prazo ou a precisar de uma afinação.
Se é verdade que a árvore de Cames ( Mário Centeno)  apesar de inclinada à direita, está em bom estado, nota-se um desgaste que provoca alguns distúrbios na distribuição, afectando as peças mais frágeis e desgastadas da geringonça.
Eu sei que na cultura basta meia dúzia de vozes que ninguém conhece saírem para a rua com amigos e família em protesto, para se começarem a ouvir ensurdecedores ruídos, mas o ministro da Cultura não existe;
A saúde é um pilar fundamental da geringonça mas o ministro da pasta, a quem compete manter em funcionamento o SNS é  de uma inutilidade absoluta; 
No Desporto, o secretário de estado sofre de clubite aguda, o que lhe provoca uma enorme cegueira. Agravada  pelo facto de a geringonça estar manietada por um eucalipto vermelho que seca tudo à volta. Nem mortes e graves incidentes à porta de estádios acordam esta Bela Adormecida que só  tem olhos para o Penta.
Já que é ceguinho, pelo menos podia estar atento ao que se passou na final  do campeonato universitário de futebol e tirar daí algumas ilações, mas parece já não haver esperança. O homem é um robô bem mandado;
Uma das peças mais sólidas da geringonça é Vieira da Silva, mas começa a revelar algum desgaste. Se em matéria de trabalho a peça continua a funcionar razoavelmente bem, em matéria de Segurança Social as coisas vão declaradamente mal. Os sucessivos casos de irregularidades  nas IPSS, cujos inquéritos se prolongam indefinidamente, têm contribuído para fragilizar um dos melhores ministros da geringonça. A estranha demora (20 meses) em homologar o relatório sobre a gestão da Santa Casa da Misericórdia, que aponta inúmeras irregularidades durante a gestão de Santana Lopes, levanta sérias suspeitas sobre o funcionamento  de uma das peças fundamentais da geringonça.
Se acrescentarmos a tudo isto a dificuldade que nos últimos meses  a geringonça tem mostrado  em relacionar-se com os aillerons que a sustentam (BE e PCP) , o que resulta em constantes guinadas à direita, concluiremos facilmente que a geringonça tem de ir rapidamente à oficina para uma cuidadosa revisão.
Amanhã comemora-se  o 44º aniversário do 25 de Abril. Seria excelente aproveitar a data para o fazer.

15 comentários:

  1. "A estranha demora (20 meses) em homologar o relatório sobre a gestão da Santa Casa da Misericórdia, que aponta inúmeras irregularidades durante a gestão de Santana Lopes, levanta sérias suspeitas sobre o funcionamento de uma das peças fundamentais da geringonça." De modo geral concordo com os seus textos...Mas desta vez venho dizer que a sua "leitura" do atraso do Ministro sobre o relatório, não a compreendo, pois sabe que essa auditoria se desenrolou no período em que o país vivia a "campanha do sucessor do passista Passo Coelho"...e se o relatório tivesse sido publicado...Aqui D'El Rey que lá estava o PS a fazer boicote ao desenrolar do processo eleitoral... Isto é a velha "estória" ...preso por ter cão, preso por não ter cão... Enfim, a situação está difícil, concordo, mas tenho fé em que o inventor desta maravilhosa máquina "Geringonça"não passe a linha vermelha, para a "bancada do Centrão"...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devo dizer-lhe que partilho a sua opinião quanto às causas do atraso e até sou capaz de aceitar que foi a melhor solução, para evitar indignações no seio do PSD e não só. Já quanto às IPSS é que não aceito o silêncio ensurdecedor, perante tantos casos pouco claros.

      Eliminar
  2. Carlos, motor?
    Qual motor?
    Aquela coisa só anda de empurrão
    E sabe quem empurra?
    Pelo escrito, não sabe não!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me quero meter ao barulho, porque estou longe para saber o que se passa por ai, no entanto, tenho grande dificuldade em ver o António Costa como motor.

      Eliminar
  3. Rogério. Eu sei que empurrão rima com ailleron, mas não confunda as coisas, porque ainda pode estampar-se :-)))

    ResponderEliminar
  4. Mas como a concorrência desta geringonça tem falta de gasolina, está enferrujada, as peças ou estão gastas ou não são compatíveis entre elas,o design é tão mau que só suscita curiosidade mórbida ou indiferença ,parece que até em ponto morto irá cortar a meta com umas 2 voltas de um avanço maioritário.

    Digo eu que não percebo nada desta geringonça que nem num 25 de Abril cheio de cravos fará perdurar algum perfume.

    ResponderEliminar
  5. Viva o 25 de Abril! Abril, sempre! Se os da geringonça não afinam as peças levam um banano que até andam de roda. Então que é lá isso. Guinadas à direita também não vale.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva o 25 de Abril e a geringonça se... não começara a guinar muito para a direita, Bea

      Eliminar
  6. Criticar é muito fácil. Preso por ter cão e preso por não ter. O VdS não tem culpa nenhuma que os inquéritos demorem tanto tempo. Não tivessem criado tanta IPSS, Fundações, Etc. só para aliviar o Estado e dar de ganhar a muita alma caridosa. Não é preciso dar nas vistas para ter utilidade. Para mim o Centeno é o spoiler que dá a estabilidade à geringonça. Está a defender as meninas Y ou a madame Kiwi?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E porque insiste sempre na mesma tecla, parece que está a falar dum condenado a pena perpétua, o que diz disto? http://www.msn.com/pt-pt/desporto/futebol/minist%c3%a9rio-p%c3%bablico-recebe-queixa-contra-inspector-da-pj-que-%e2%80%9cqueria-arrumar-o-benfica%e2%80%9d/ar-AAwgs2i?ocid=ientp

      Eliminar
    2. O problema não foi a demora do inquérito, mas sim o tempo que esteve guardado na gaveta. Por razões que até percebo ( as eleições no PSD), mas que numa democracia madura não devem acontecer.
      Quanto às IPSS assino . O que não compreendo é a sua pergunta final. Sempre que exprimo uma opinião não alinhada, lá vem a Anphy levantar suspeições...
      Quanto ao link, devo dizer-lhe que não páro de me rir há 3 dias. Os chulos do SLB estão habituados a viver à conta do trabalho dos outros e, não contentes com isso, ainda inventam toupeiras . Não me faça de idiota, Anphy. Sou crescidinho e tenho experiência suficiente para saber as razões destes ataques que, na opinião de alguns, são a melhor defesa.

      Eliminar
  7. Era inevitável, Carlos.
    Uma relação com elementos tão diversos era inevitável que gerasse atritos.
    Como em qualquer outra relação o segredo está em saber ultrapassar esses atritos.

    ResponderEliminar
  8. Claro, Pedro, mas também é bom lembrar que eles existem. Principalmente àqueles que acham que está tudo bem e a correr às mil maravilhas.

    ResponderEliminar