segunda-feira, 19 de março de 2018

Revolta na Corte




Na corte de Luis XIV ( foto roubada da Net)


Depois de aturadas pesquisas descobri a razão de terem começado a chamar nomes aos dias de chuva e vento.
Tudo começou no Verão passado, durante os fogos florestais. Farto de ser acusado pelos terráqueos de mandar no tempo e lhe caber a escolha dos locais que deve aspergir com a bênção ou a maldição divina, S. Pedro convocou uma AG de Santos da Corte Celeste para acabar com a paródia.
Aberta a sessão, tomou a palavra e disse:
-Vocês acham bem que seja sempre eu a ser insultado pelos terráqueos por causa do tempo? Se chove gritam “ fecha a torneira, S. Pedro”  Se faz sol reclamam “ manda-nos um pouco de água. S. Pedro”. Se faz vento “ não estejas zangado connosco, S. Pedro!”  Se as estações andam descontroladas vociferam “ Ó S. Pedro esqueceste-te que já estamos na Primavera? Vê lá se acertas o relógio!” Se o Verão é um bocado mais fresco “ Francamente, S. Pedro, tirei férias e tu mandas-me um tempo destes?” Mas se o Verão se estende um bocadinho e adentra Outubro, lá estão eles a chamar-me a atenção para a pouca vergonha, que aquilo não são temperaturas para o Outono e lá se vai o vinho e as colheitas e não sei que mais”.
Confesso-vos, caríssimos santos e camaradas, que estou farto de ser chamado constantemente a  apagar fogos ou secar inundações. Estou velho, quero reformar-me e ter um bocado de descanso. Preciso que alguém me ajude a aturar aquela gente sempre insatisfeita e que não sabe o que quer.  Se não fosse aqui a Bárbara ajudar-me em dias de trovoada, já tinha morrido de cansaço com aqueles europeus. Aquela malta lá em baixo não consegue governar os seus países e agora querem que eu, lá por ser santo, regule o tempo no meio daquela confusão. Portanto, meus caros santos e santas, vou criar um Gabinete de Crise e, a partir do próximo Inverno, a exemplo do que acontece com os tufões e os ciclones, as chuvazitas que caem no sul da Europa ( e já agora  nas ilhas Britânicas, porque eles andam lá atrapalhados como Brexit, ou lá que é)  também vão passar a ter nomes. Quer isso dizer que todos vocês estão convocados para passarem o próximo Inverno na Europa. No entanto, para não se atrapalharem uns aos outros no serviço, vou fazer uma escala. A primeira será a Ana, depois o Bruno…. o Felix, a  Gisela…
Imagem  do blog O Cão que fuma



-Ó chefe Pedro! Desculpe mas eu não sou santo e não tenho nada a ver com isso- reclamou Felix
- Não és santo? Quem te disse? Ora anda aqui ver o mapa. Estás a ver?  S. Felix da Marinha em Portugal, ao pé de Espinho. Estás cheio de sorte, porque Portugal está na moda e não te devem chatear muito…
-  Ó chefinho! Não me venha dizer que eu também sou santo lá na Europa- reclamou Bruno
S. Pedro abriu o Google, consultou o dicionário dos santos, depois foi ao Google Maps e, vitorioso,  apontou para a cidade do Porto. 
-  Aqui está. Sampaio Bruno! Mesmo no centro do Porto.
- Ó chefe Pedro! Sampaio não é S. Paio- reclamou Bruno
- Não digas disparates, Bruno. Tu não conheces o novo acordo ortográfico! Agora lá em Portugal cada um escreve como lhe apetece.
Foi a vez de Giselle intervir. 
-Eu não devia estar na escala, Pedro! Sou bailarina, já ando muito ocupada e os europeus do sul nunca ouviram falar de nenhuma Santa Gisel
- Santa por aquelas bandas não serás mas, se insistes em ser bailarina, cuidado quando fores a Portugal, porque anda lá uma fulana da política que rapinou alguns dos nossos nomes e confunde bailados com touradas.
- Quem? A Assunção Cristas?  Essa conheço eu de ginjeira. É uma chata do caraças- interrompeu Judas Tadeu. Quando era ministra, punha as secretárias, o chefe de gabinete, os assessores e até o motorista a rezar- me a pedir chuva. Eu sempre a dizer-lhe que isso não era do meu pelouro mas ela insistia que era em mim que confiava e não me largava  do pé. Uma chata do caraças, essa Assunção.
Em política não me meto, por isso, está terminada a reunião. Escalei 22 nomes, 11 mulheres e 11 homens, por causa da paridade, ou igualdade do género, ou lá o que é e ninguém se vai baldar. Acabou a paródia, ouviram?  A partir do próximo Inverno vão estar os 22 de prevenção e, pelo sim pelo não, ainda vou escalar 5 suplentes, porque aqueles gajos lá na Terra  andam tão entusiasmados a dar cabo do Ambiente, que a gente aqui não tem mãos a medir para reparar as asneiras que eles fazem. 
Vá lá, Ana, prepara-te porque vais ser a primeira a ser chamada e eu não quero atrasos.
E tu, Paulo, vai convocar uma conferência de imprensa para comunicarmos ao mundo esta decisão da Corte Celestial.
Neste momento entra Jesus, afadigado.
- Que se passa consigo, mister? perguntaram os santos em uníssono.
Vocês sabem lá o que me aconteceu… Vai ser difícil ganhar o campeonato e, se não ganhar a Liga Europa, vou ser escorraçado, deitado aos leões pelo Bruno de Carvalho e vamos ter que reinventar a Páscoa.

2 comentários: