terça-feira, 6 de março de 2018

É para isto que pago impostos?

Não é surpreendente que alguém se tenha lembrado de convidar Pedro Passos Coelho para dar aulas numa universidade.  Há sempre gente disposta a fazer uns favores, à espera de recompensa no futuro.É o bloco central a funcionar no seu esplendor. Toda a gente sabe que o ensino universitário funciona assim há anos e não irá mudar a curto prazo.
O que é  verdadeiramente chocante é haver alguém a dirigir uma universidade que se marimbe para o facto de integrar no corpo docente uma pessoa sem quaisquer qualificações académicas, visivelmente inapta para a docência e, ainda por cima, convidá-lo como catedrático, ultrapassando as regras do bom senso e da decência, já que PPC será equiparado a catedrático.
O "curriculum" moral do ex-primeiro ministro desaconselharia a sua escolha e, quanto a curriculo académico, simplesmente não tem.
Mais grave é que o convite foi feito por uma universidade pública (cujo reitor foi candidato pelo PSD) e PPC irá "ensinar" Administração Pública. Se fosse uma universidade privada, compreendia-se, mas sabendo-se que PPC esteve durante 5 anos a destruir a Administração Pública, não é admissível que seja uma universidade do Estado a pedir-lhe que ensine aos alunos como destruir a Administração Pública. 
Eu sou obrigado a pagar, com os meus impostos, o salário de um gajo que vai ensinar os alunos a destruir o Estado? 
Infelizmente sou porque, mais uma vez, o Bloco Central ( pela voz de Sérgio Sousa Pinto) saiu em defesa desta escolha bizarra do ISCSP. Afinal, António José Seguro também lecciona naquela universidade, pelo que poderá refazer com Coelho a aliança centrista que patrocinou enquanto foi lider do PS.

3 comentários:

  1. Não percebo a surpresa...
    ...afinal, este mesmo tipo que não serve para professor não foi chefe do executivo Português?
    Ou seja, pode ser 1º ministro, mas não professor catedrático?

    Caramba, depois do mal feito, o resto já é de menor importância...

    (agora, se nos perguntarmos como é que uma pessoa com o curriculo moral e profissional dele chegou a 1º ministro, isso é que é uma pergunta de valor e cuja resposta reflecte verdadeiramente o estado desta nação - pior mesmo só os USA!)

    Abraço :)

    ResponderEliminar
  2. Onde Assino??Que TRISTEZA!!?

    ResponderEliminar
  3. Quando se aceita que se dê aulas por causa da experiência, esquecendo as habilitações académicas, está-se a abrir a porta para o descrédito das instituições de ensino superior e para o completo regabofe.
    Chame-se o visado PPC ou outra coisa qualquer.

    ResponderEliminar