quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Os jornalistas da SIC vivem num cano de esgoto?

Os noticiários da SIC de hoje abriram com a notícia do corte das pensões.
Depois de uma lengalenga para entediar os espectadores, lá  disseram que afinal o montante anual das pensões é superior ao do ano passado porque houve aumentos, baixou o IRS e o subsídio de Natal será pago por inteiro  em Novembro ou Dezembro. 
Claro que a maioria das pessoas , logo que ouviu o intróito, desligou e começou a discutir com o parceiro as vigarices deste governo.
Não há bons jornalistas na SIC? Obviamente que há, mas  há que agradar ao patrão, o militante nº 1 do laranjal e fazer estas cenas badalhocas, canalhas  que são tudo menos jornalismo.

14 comentários:

  1. Estava à mesa e comentei exatatamente isso com o meu marido!
    As primeiras palavras é que contam.

    Pulhas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pulhas é pouco, Célia, mas como isto é um blog decente também não escrevo o que penso de jornalistas desta estirpe.

      Eliminar
  2. O que está a dar é o roseiral... literalmente.

    ResponderEliminar
  3. Ó Carlos,"Bingo"
    É verdade, isso passou-se comigo
    Cá em casa foi violência doméstica
    que nem lhe digo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero ( tenho mesmo a certeza...) que a D. Esmeralda não tenha deixado passar em claro essa cena e tenha telefonado à Oprah...

      Eliminar
  4. Cito apenas:
    -Quando se descobriu que a informação era um negócio, a verdade deixou de ser importante Ryszard Kapuscinski.
    -“Às vezes, a única coisa verdadeira num jornal é a data” Luís F. Veríssimo.
    -Guerra Junqueiro escreveu isto : « [Portugal] é uma luta de percevejos numa enxerga pôdre ».
    Para mim a primeira diz tudo. Balsemão sempre foi tido como um avarento que discutia tudo até ao tostão. Por isso a SIC perdeu o seu fulgor inicial. No Expresso desde que o fundou também há histórias bem caricatas, como o despedimento da mãe de António Costa. Agora que saiu de lá o Nicolau já não vejo ninguém sério. Que saudades eu tenho de "O Jornal" um semanário que ele também estragou quando lhe deitou a mão, juntamente com outros, porque o Expresso tirou de lá os melhores jornalistas como José P. Castanheira e outros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nas tertúlias com os meus jovens costumava citar frequentemente o primeiro.
      Também tenho muitas saudades de O Jornal e pena de que não haja condições para criar um sucedâneo, mas as razões que levaram ao fim de "O Jornal" foram muito mais complexas , Anfitrite.

      Eliminar
    2. Eu sei, conhecia bem o D. Ricardo, (que até me convidou par uma rubrica sobre flores, ahah) que acabou por morreu mais depressa por amor à profissão.

      Mas é difícil espanejar tudo ao que sei aqui.

      Eliminar
    3. Durante vários anos eu e o D. Ricardo fizemos parte da direcção do CJ, juntamente com o JCV. Ainda há dias, à conversa com o JCV falávamos desses tempos e da perda que foi o D. Ricardo. Para o jornalismo e para a VISAO.

      Eliminar
    4. È verdade! Foi um Homem que sempre se dedicou à profissão, inteiramente, que nunca mudou de camisola, mas sem ser sectário. Andou sempre dum lado para outro a tentar informar a malta. Tenho a brochura dele sobre a adaptação do AO, que fez de borla para o sr. Balsemão. estava em todas desde a CCProf. etc. Embora tendo deixado de fumar há bastante tempo, quem entrasse numa sala de Redacção, há anos atrás, onde parecia que se entrava numa nuvem é impossível que não se sofra consequências. Fui a várias festas do "Jornal", Do "SEte". Do trio do Jornal também tive pena que desaparecesse cedo o CM, (Para já não falar do jovem Rolo, Há pouco), que talvez também tenha encontrado em Macau. Também ouvi dizer que JCV era um sovina, para além de ser bom jornalista...

      Eliminar
  5. Qual é o jornal ou canal de televisão que vive totalmente à margem de algum sensacionalismo, Carlos??
    Viu como essa entrada manhosa deixou toda a gente atenta??!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em abono da verdade, Pedro, devo dizer que a RTP não tem entrado nessa onda. E até em matéria desportiva, o único debate civilizado é na RTP 3 ao domingo à noite ( João Gobern, Miguel Guedes e Augusto Inácio)

      Eliminar
    2. É o que eu vejo. No último até todos estiveram de acordo. Além do Miguel, que eu já referi, o João é uma classe também,(gostava tanto que ele fizesse dieta) ou ele não fizesse determinado programa na Rádio. Até as gargalhadas do Inácio são bem-vindas. Só é pena cometer alguns erros na linguagem , que me fazem lembrar um pouco jesus. Ele tinha obrigação de falar melhor... Até no telejornal a RTP 1 é a que não abre com assuntos sensacionalistas. Já conheço as manhas de todos.

      Eliminar