terça-feira, 9 de janeiro de 2018

O novo alvo da direita




À falta de argumentos e propostas alternativas, a direita faz tiro ao alvo a ministros, na tentativa de enfraquecer o governo.
Depois de terem sido bem sucedidos com a demissão de Constança Urbano de Sousa, que contou com o alto patrocínio do Presidente da República, PSD e CDS começaram a disparar sobre ministros e secretários de estado. O último visado foi Vieira da Silva, mas os argumentos utilizados tiveram um efeito boomerang, quando ficou a saber-se que a então secretária de estado, Teresa Caeiro, integrara os corpos sociais da Raríssimas enquanto era secretária de estado.
Não me espanta, por isso,  que haja por aí gentalha a incendiar as redes sociais,  na tentativa de denegrir a imagem de Mário Centeno, por ter pedido a Luís Filipe Vieira dois bilhetes para assistir a um Benfica- Porto.
 Nos tempos que correm, qualquer traque de Mário Centeno é notícia e pretexto para o denegrir, porque a direita tuga não perdoa o sucesso de um ministro que demonstrou, sem deixar margem para dúvidas, que havia alternativa à austeridade e que o governo PSD/CDS a utilizou para empobrecer os portugueses,  aumentar as desigualdades e ter um argumento para vender ao desbarato algumas das mais importantes pérolas do nosso património.
 Num país em que a cunha é uma instituição nacional, não deixa de ser divertido ouvir alguns indignados a invocar a mulher de César, a propósito deste não caso.
O que verdadeiramente me espanta é que haja jornalistas que façam disso um caso político e  remetam para segundo plano a descida da dívida e do défice público. Mas, na verdade, não devia espantar-me. Não são apenas os clubes de futebol que tentam seduzir jornalistas com avenças, para darem notícias de acordo com as suas agendas e interesses.
Como ficou demonstrado no governo PSD/CDS, vários os jornalistas, depois de andarem a plantar notícias falsas durante a campanha eleitoral de 2011, trocaram a profissão por altos cargos na Administração Pública e em empresas do Estado.
Política e futebol? Anda mesmo tudo ligado...

1 comentário:

  1. Tinha lido a notícia (????) ontem.
    Qual é o problema???
    Ainda não percebi.
    Se eu puder ter bilhetes de borla eu peço.
    Um Ministro não pode porquê?
    Por ser Ministro?
    Não é capitis diminutio ser Ministro.

    ResponderEliminar