quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Memórias em vinil (CCXXV)

Hoje a chuva trouxe-me estas memórias.
Boa noite

Cavaco Silva tem toda a razão!



Ouvir Cavaco Silva  acusar o governo de falta de transparência democrática e falar no regresso da censura, seria motivo de gargalhada.
Convém, no entanto, contextualizar as palavras do antigo inquilino de Belém, para percebermos a sua humildade.
 Cavaco reconhece que isso seria um retrocesso, pelo que  deve estar a lembrar-se, entre outras coisas, da forma como impediu  Saramago de concorrer a um prémio literário europeu, vetou Carlos do Carmo e ostracizou todos os artistas e intelectuais que se recusaram a lamber-lhe o rabo, pelo que tenho de reconhecer que está cheio de razão.
Devo reconhecer que este gesto de humildade em reconhecer os seus erros durante 30 anos me sensibilizaram mas NÃO QUERO MESMO  MAIS ESCAVACADOS. Venham eles de Boliqueime, de Massamá ou do raio que os parta!
Sejamos justos e reconheçamos que Cavaco Silva, além de ser humilde,  tem imenso jeito para contar anedotas  ( Gostei especialmente daquelas em que  insinua que Marcelo é um papagaio e Portugal corre o risco de se transformar numa Venezuela)  Pena Cavaco não ter seguido a carreira de palhaço, pois não teríamos sido obrigados a aturá-lo nem a sustentar as suas mordomias durante 30 anos.
De qualquer modo, repito, sejamos justos: as críticas de Cavaco Silva ao governo são o melhor elogio à geringonça e mostram a qualquer pessoa que não seja imbecil e esteja no pleno gozo das suas faculdades mentais, que uma nova vitória do PSD seria o regresso ao esmagamento dos salários e pensões, para alimentar os amigos de Cavaco. É que aquela anedota  do ex PR sobre os investidores a fugir de Portugal, já tinha sido contada por PPC.




Do you understand,mr Trump?

O que está a acontecer no Texas não é um incidente ocasional,mr Trump. Nem é um castigo de Deus. É mesmo mais uma prova de que as alterações climáticas não são uma invenção dos chineses.
 Do you understand , or you need a draw?