sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Memórias em vinil (CCIX)

Bom fim de semana e cuidado com a ventania que leva tudo pelos ares

A selfie do macaco Adriano



Lembram-se daquele macaco que há meia dúzia de anos surpreendeu o mundo ao tirar uma selfie com a máquina fotográfica de um jornalista?A fotografia tornou-se viral e o fotógrafo fartou-se de ganhar dinheiro com ela.
Segundo o próprio, dinheiro bem merecido, porque passou dias a tentar ensinar o macaco a usar a máquina.
Opinião diferente tem um grupo de activistas dos direitos dos animais.  Na opinião destes  activistas, os lucros da fotografia  devem reverter para um fundo de preservação dos macacos.
Será um tribunal  indonésio a decidir, a quem pertence o dinheiro, já que o macaco vive na Indonésia. Não será, porém, um julgamento justo pois, enquanto o macaco terá advogado à borla, o jornalista está falido e sem dinheiro para pagar um advogado, nem deslocar-se à Indonésia para assistir ao julgamento.
Quando li a notícia, a minha primeira reacção foi de riso, mas depois pensei melhor e fiquei preocupado.

Segredos de Verão






Adoro o Verão, os dias longos, os jantares tardios. Não gosto é de grandes ajuntamentos. É por isso que me irritam aqueles artigos de jornais e revistas anunciando aos leitores a descoberta de paraísos escondidos.
Na verdade, a maioria dos lugares indicados já não são assim tão secretos, mas aqueles que ainda permanecem afastados dos roteiros turísticos das hordas de veraneantes, rapidamente se tornam locais insuportáveis, a abarrotar de curiosos.  E lá tenho eu de partir à descoberta de um novo local secreto. Como aconteceu há dias, aqui na Linha. Com as praias a abarrotar, descobri um local onde posso estar tranquilo a ler, sem o incómodo dos cãezinhos, das gritarias e dos jogos de praia. Queriam saber onde? Isso é que era bom!