quarta-feira, 12 de julho de 2017

Memórias em vinil( CLXXXIII)

Uma pausa na música francesa para recordar Engelbert Humperdinck
Boa noite!

A culpa é da testosterona

Trabalhadoras de limpeza do aeroporto  do Porto anunciaram uma greve. Queixam-se de assédio moral e sexual
Há muita testosterona aos saltos no Sá Carneiro, é o que é...

Bar aberto na AR?

Ao ouvir as intervenções de  Passos Coelho, Telmo Correia e Nuno Magalhães, durante o debate sobre o Estado da Nação, fico a suspeitar que hoje é dia de  Bar Aberto na AR. (Ou serão os dealers em saldos de Verão?)
Nuno Magalhães chamou cobarde a Costa por ter ido de férias, esquecendo que não há maior cobardia do que a que ele próprio protagonizou, ao recusar assumir a paternidade de um filho que o tribunal provou ser seu.
Telmo Correia veio falar  de assinaturas levianas de diplomas, esquecendo  que foi Assunção Cristas quem admitiu ter assinado diplomas de cruz, sem ler, enquanto estava de férias, .
Já Passos Coelho, como habitualmente, disse inanidades que apenas confirmam o que já se sabia: não deve abrir a boca quando está em estado de privação, para não dar ao país o triste espectáculo de ser um adicto ao poder, que não consegue conviver com a sua condição de deputado irrelevante.

Uma ida ao supermercado

Ano de 2029, num supermercado perto de si.
 Paula  e Teresa casaram há um mês. Ontem, decidiram ir ao supermercado fazer compras. No balcão do talho deixaram-se seduzir pelos embriões. Paula sugeriu de imediato que comprassem uma embalagem com um menino loiro de olhos azuis e 1,90m. Teresa olhou para o preço e sugeriu:
- Estamos no início de vida, Paula. Não achas que este é muito caro? Que tal se optássemos por aquele que está em promoção? Só mede 1,75, mas tem uns cabelos azeviche e uns olhos castanhos que são uma beleza!
-Estás a ver mal a coisa, Teresa! Não vês que o loiro de olhos azuis vem com um kit incorporado que o isenta de pagamento de propinas até entrar na Universidade?
- Isso não é vantagem nenhuma, Paula. Podemos ensiná-lo a ler e quando chegar aos 18 anos vai frequentar um curso na Universidade "take away". Num ano sai de lá com um curso superior.
- Vês sempre as coisas pelo lado económico, Teresa! Não devia ter casado contigo…
- Estou apenas a ser prática, Paula! Mas se o teu problema é o miúdo ser moreno e preferes um loiro de olhos azuis, que tal comprarmos aquele que é mais baixito e não tem kit incorporado?
Paula  pensou durante uns instantes. Deixou sair um suspiro profundo e disse:
- Pronto, se é assim que queres…
- Já vi que não estás convencida. Pronto, levamos então o que tu queres. Talvez seja um bom investimento…
Paula sorriu e deu um repenicado beijo  a Teresa. Preparavam-se para pegar  na embalagem, quando foram surpreendidas pela chegada de Pedro e Tomás
- Tomás, já viste este loirinho de olho azul com 1,90m? Vamos levá-lo?
- É p’ra já, Pedro!
Pegaram na embalagem e dirigiram-se apressadamente para a caixa registadora.
Paula e Teresa entreolharam-se desconsoladas.
- Paula, não fiques triste, vais ver que um dia destes arranjamos um nos saldos.

(Post publicado em 5 de Março de 2009)