segunda-feira, 15 de maio de 2017

Memórias em vinil (CXXXIII)

Confesso que ouvi esta canção tantas vezes que cheguei a enjoar, mas quando a descobri no meu baú ouvi-a algumas vezes e  tive saudades das recordações que me trouxe.
Tenham uma boa noite e uma excelente semana.

Salvador Sobral ( a outra face)


Este é o Salvador Sobral que concorreu aos "Ídolos" em 2009. Vale a pena ver este video, para perceber melhor a sua evolução e como uma crítica construtiva pode ter mudado  a sua atitude e contribuído para a imagem que hoje os portugueses têm dele.

O regresso dos Efes




Na sexta feira houve um ataque informático a várias empresas europeias, incluindo pelo menos uma empresa portuguesa. 
Durante a tarde procurei saber pormenores sobre o ataque, mas o único momento em que  os três canais informativos interromperam a cobertura da visita do Papa, foi para transmitir a conferência de imprensa de Rui Vitória.
Nas notícias da meia noite  da RTP 3, a jornalista perguntava a um homem se   estava em Fátima para ver o Papa. Resposta:
- Não! Eu venho cá sempre que o Benfica ganha o campeonato. Este ano coincidiu com a visita do Papa, foi só isso.
O MFA pode ter acabado com o Estado Novo, mas a comunicação social e muitos portugueses continuam impregnados dos tiques que caracterizavam a ditadura. 
Este relato sobre o comportamento dos tugas em Fátima é revelador da relação custo/benefício que têm com a religião( Leiam, por favor!) 
Tivemos pois um fim de semana cheio de Fátima e Futebol a tresandar a Estado Novo
Para que o regresso ao  passado fosse perfeito, só faltou ver Salvador Sobral a cantar um fado em Kiev, na noite de sábado.
Felizmente não cantou, mas ganhou.  E até eu, que não tive pachorra para ver o Festival ( vi apenas o Sobral e a canção húngara), mas assisti à votação, porque tinha uma fezada, vibrei com a vitória. Só não fui para a rua festejar, porque não queria que me acontecesse o que aconteceu a alguns milhares que foram festejar a vitória do Salvador e foram confundidos com adeptos de um clube da segunda circular, cujo nome agora não me ocorre.