segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Acorda, Costa, acorda!

Agora, que também a FITCH tirou Portugal do lixo, é altura de recuperar um alerta que venho fazendo há meses:
os portugueses voltaram a endividar-se como se não houvesse amanhã e o  nível de endividamento das famílias está prestes a atingir um valor  idêntico às vésperas da crise de 2011.
A responsabilidade desta situação é em boa parte dos bancos mas, embora o Banco de Portugal o reconheça, continua a nada fazer, permitindo que os bancos actuem em roda livre.
Carlos Costa devia agir em conformidade mas, pelo andar da carruagem, parece-me que os bancos vão continuar a conceder créditos ao consumo sem quaisquer restrições e depois a malta paga.
Alguém pode dizer ao Carlos Costa que está na hora de acordar e fazer aquilo para que é principescamente pago?

1 comentário:

  1. O endividamento só surge porque há possibilidade de se endividar, crédito fácil e barato.
    Já vi esse filme muitas vezes e em muitas latitudes.

    ResponderEliminar