quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Um piriquito muito atrevido



Horácio Piriquito, ex-jornalista, é o mais recente exemplo da rede montada pelo SLB para recuperar o estatuto de clube protegido do sistema, que deteve durante o Estado Novo ( atenção benfiquistas: não me venham com a lenga lenga de que o Estado Novo até detestava o SLB por ser vermelho, porque hoje já me ri o suficiente).
O e-mail em que diz a Pedro Guerra que lhe manda um documento confidencial, que ainda nem sequer foi discutido na FPF, é bastante elucidativo sobre a forma como o cancro encarnado tem envenenado o desporto português. mas não só. Quem pensar que a acção dos dirigentes e capangas benfiquistas se restringe ao desporto está bastante enganado. Há quem deseje Berlusconizar a política portuguesa, dando ao SLB o poder que teve o Milan no tempo de Sílvio Berlusconni. As circunstâncias, de momento, são favoráveis, mas a qualquer pode haver um revés idêntico ao do Milan, que se eclipsou desde a saída de cena dos seu presidente e proprietário, que acumulava com as funções de primeiro ministro.

15 comentários:

  1. Aprecio futebol, mas estas tramóias e guerrilhas desgostam-me e indignam-me

    Amigo, bom resto de semana, e agradeço as tuas simpáticas palavras no "são "

    ResponderEliminar
  2. "Luís Gonçalves, director geral do clube das Antas, está a ser investigado pelo Ministério Público por corrupção activa na actividade desportiva".
    Ele há coincidências.......

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais uma coisa para atirar poeira para os olhos e vender jornais. No final os dirigentes do FC do Porto são absolvidos. Até agora, que eu saiba, só o SLB teve um presidente preso. Já devia ter dois, mas isso faz parte de outra história...

      Eliminar
  3. Achas para a fogueira, para quê? Partidarites, para quê? Não basta já a TV?

    ResponderEliminar
  4. Bem .. No tempo da outra senhora, o FCP era um clube regional. no Porto, à 2ª feira, era possível saber se os azul e branco haviam vencido ou não na véspera, conforme o pessoal nas ruas e nos eléctricos fosse alegre ou de monco caído. Os Belenenses eram o clube do Pai Tomás, que se extinguiu. O Sporting era o clube dos betinhos e o Benfica o do pessoal da mó debaixo. E o Benfica nem antes nem depois do 25 de Abril foram os são os "vermelhos" mas sempre os "encarnados", não fosse o Diabo tecê-las. Quanto ao Futebol, embora eu seja Dragão desde o tempo em que não ganhavam campeonatos, quanto ao futebol dito profissional e patrocinado, venha o Diabo e que escolha "Todos (aparentemente) diferentes, todos (realmente) iguais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Victor Nogueira. O futebol está a precisar de uma limpeza geral, para ver se voltamos todos a acreditar que não há resultados fabricados nos bastidores.

      Eliminar
  5. A curiosa hipocrisia dum portista (ou será somente, 'Papista'?!) ;-P

    Se há clube (e a Cidade, em todos os regimes !...) com forte ligação ao Estado Novo é o Porto !...basta saber um pouco de História.

    Dois exemplos :

    - O FC Porto é o primeiro clube a quem é concedido, pelo aparelho político que viria a desembocar no fascismo português, o Estatuto de Utilidade Pública, com todos os benefícios daí inerentes, a 13 de Março de 1928 - 'mil nobe e bintôito', 30 e tal anos - 6 de Setembro de 1960 (é só fazer contas, como diz o outro!) - antes do SL Benfica !!!

    - Com a inauguração do Estádio das Antas a 28 de Maio de 1952, Dia das Comemorações Fascistas, como sabe, o clube e a Cidade, agradecem a sua construção a expensas do erário público.

    Ao SL Benfica uma dúzia de anos antes fora EXPROPRIADO o Estádio das Amoreiras !...foi obrigado a alugar, fez bancadas de madeira e reinaugurou a 5 de Outubro de 1941, data da Implantação da Répública, como sabe, o "Estádio 28 de Maio" assim chamado pelo Sporting que o utilizara até 1937, chamando-o de "Estádio do Campo Grande"...

    Saudações Desportivas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. data...comemorativa...da Implantação da República...

      Eliminar
    2. Desculpe, mas nunca vi conclusão tão disparatada. Os títulos ganham-se com declarações de utilidade pública? Os benfiquistas sabem muito bem que não. E para rematar: o Benfica ganha dentro de portas mas, na Europa, népia. ZERO PONTOS e 1 Golo marcado. Já o FC do Porto era acusado de ser beneficiado pelas arbitragens quando ganhava cá dentro, mas também ganhava na Europa. É SÓ o clube português com mais títulos internacionais. O resto é conversa da treta.

      Eliminar
  6. São tão santinhos.
    E aqueles do Norte uns diabos.
    Já dei para esse peditório, Carlos.
    Bibó Porto, carago!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Benficalândia vive dentro de um polvo com muitos tentácjulos, Pedro.
      Somos Porto, carago!

      Eliminar
  7. Já vi como 'isto' funciona, arquivo geral, quando lhe não dão os amens. Peço desculpa se o ofendi, não era de todo essa a intenção.
    À sofisma da sua questão, creio que me limitei a usar os mesmos vocábulos de que se serviu. Esqueço a referência à Tripalhândia, Cúria papal, CuosaMuorte e quejandos.

    ResponderEliminar
  8. Olhe que não, Artnis. Está a ver mal a coisa. O que acontece é que saudações clubisticas aqui, só ao FC do Porto :-)
    Não sou mesmo nada isento em matéria futebolística.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É compreensível, hehehe. Agradeço a explicação.
      Pelo mesmo motivo, creio então ter sido imerecido o 'arquivamento' da minha resposta ao Pedro Coimbra sobre "santinhos" - (aqui lembro-me sempre do 'Engº do penta' e seleccionador Campeão Europeu !...) - e "diabos".
      Cumps ...!!! :-))

      Eliminar