quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Mas que grande 31!

Quatro anos depois, José Sócrates foi finalmente acusado. São 31 os crimes constantes de uma acusação com mais de 4 mil páginas. Uma ementa variada, que exigirá muita perícia por parte dos advogados do ex- primeiro ministro.
Já ouvi dizer   que o julgamentos deverá começar no final de 2018 pode durar entre 7 a 10 anos, até transitar em julgado. Não estarei cá para saber a sentença final. Absolvição ou pena pesada?  Agradeço a algum leitor  familiarizado com práticas espiritas que convoque o meu espírito para me informar. Não só sobre a condenação de Sócrates, mas também de Ricardo Salgado.
Agora um pouco mais a sério.
A bem da credibilidade da Justiça, que com a colaboração de uns jornalistas arregimentados, criou na opinião pública a "certeza" de que Sócrates é criminoso  e corrupto, espero que as acusações estejam blindadas por fundamentação inatacável e todos os envolvidos sejam exemplarmente condenados.
Se,pelo contrário, Sócrates for absolvido, a já muito desacreditada ( por culpa própria) justiça ficará de rastos.
Há no entanto um porém. Se foram necessários mais de quatro anos para formular uma acusação, não será demasiado curto um prazo de 50 dias para preparar a defesa? 

6 comentários:

  1. "Die unendliche Geschichte"

    Estou rodeada de pessoas que defendem o José Sócrates.

    Eu cá fico quietinha e não dou opiniões.

    Abraços satisfeitos da cidade invicta 🏖

    ResponderEliminar
  2. Temos processo até dois mil e vinte e muitos.
    Se teremos condenação? Duvido.
    A nossa Justiça já nos habituou a coisas destas.

    PS: talvez o CM, sempre tão bem informado pelo MP e coadjuvado pelo Octávio da bola de cristal saiba qualquer coisa, mesmo que esteja em segredo de justiça.

    ResponderEliminar
  3. Enquanto a minha filha e marido faziam compras no Continente, eu fiquei à beira dos livros. Chega um homem e começa a dar pontapés à revista Visão, ou mais precisamente, às imagens com o José Sócrates.

    ResponderEliminar
  4. Ah!... será que ainda vou a tempo de corrigir o MP?! Os "crimes" foram 32... É que...esqueceu-se do célebre "Magalhães"...o Pacheco vai ficar furioso!

    ResponderEliminar
  5. Quem é que conhece os meandros do processo dos muitos que adoram botar faladura??
    Se calhar nenhum.
    Como eu também não conheço vou acompanhar o julgamento, ver o que é revelado e tirar as minhas conclusões.
    Para já são todos inocentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para já são todos inocentes, no entanto, vão ficar na história como a versão portuguesa de "Alibabá e os 40 ladrões".

      Eliminar