domingo, 24 de setembro de 2017

Cuspir para o ar

Desde o início de Junho o director de comunicação do FC do Porto vem divulgando, semanalmente, e-mails que,alegadamente, incrimina o SLBenfica e vários árbitros, alguns dos quais ainda estão no activo.
Logo após a divulgação dos primeiros e-mails, a Liga abriu um inquérito. Benéfica e árbitros visados não negam o conteúdo, mas enquanto os árbitros se remeteram ao silêncio, o SLB interpôs uma providência cautelar para travar a divulgação de mais mensagens.
Quatro meses passados, a Liga não só não apresentou quaisquer conclusões, como nem sequer ouviu ninguém.
Perante o cobarde silêncio da comissão de instrutores da Liga, o clima entre os dois clubes tornou-se insustentável e mesmo o Sporting vai alimentando esta polémica.
Com a aproximação dos clássicos o presidente da FPF, Fernando Gomes, resolveu armar em apaziguador e publicou um artigo onde atira  para cima dos três grandes, culpando-os do ambiente de crispação que se à margem do jogo jogado.
Sobre a displicência da Liga ( e da própria FPF), nem uma palavra. Como se a demissão da Liga no cumprimento dos seus deveres não fosse a principal causa da crispação que se vive entre os principais clubes portugueses.
Fernando Gomes tinha obrigação de encarar este assunto com mais seriedade, em vez de fingir que não tem quaisquer responsabilidades em todo este imbróglios.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. O futebol fora das quatro linhas continua a ser tratado a pontapé. Todos ficam mal nas diversas fotografias que vão surgindo, com a patética comunicação social a dar-lhes cobertura.

    É obviamente urgente acabar com esta palhaçada. Os clubes deveriam ser os primeiros a dar o exemplo, proibindo os seus directores da treta de botar faladura. Tanto mais que quando abrem o esgoto, perdão a boca, só de lá sai lixo mal cheiroso.
    A displicência da Liga e da FPF é notória. O que agrava o cenário.
    Para quando o regresso ao futebol espectáculo interpretado pelos atletas devidamente orientados pelas equipas técnicas?

    A Fernando Gomes sugiro, como fez o outro, "por que não te calas?" (versão portuguesa)

    ResponderEliminar