quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Fora o árbitro!

Um árbitro de futebol tem uma linguagem inadequada com um jogador. Uma câmara regista o momento e o árbitro é suspenso por  três jogos.
Um árbitro faz vista grossa a uma falta merecedora de cartão vermelho, ou valida um golo precedido de falta, falseando o resultado. A mesma câmara regista os erros, mas o árbitro é  nomeado para arbitrar um jogo importante da jornada seguinte e o jogador não sofre qualquer punição.
Ainda sou do tempo em que os jogadores do FC do Porto eram punidos com vários jogos, porque um canal de televisão exibia imagens ( nem sempre explícitas) de uma falta normal que os comentadores transformavam em agressão.
Ainda ontem ouvi o insuspeito Jesualdo Ferreira falar do célebre caso do túnel e explicar como aquilo foi tudo fabricado para dar o título ao Sport Lisboa e Colinho e impedir que o FC do Porto conquistasse o segundo penta.
Hoje, com toda a tecnologia a ajudar, os castigos aplicam-se de acordo com as orientações do Sport Lisboa e Colinho.
Os membros dos Conselhos de Disciplina fazem figuras de palhaços e gostam, porque o retorno é compensador.

3 comentários:

  1. Carlos, não tem pena de ser tão tendencioso? nem o mimo do Miguel Guedes, que está a representar o seu clube consegue dizer tamanhas barbaridades. Ao escrever em negrito deve aliviar o seu espírito. O fcp que era um clube regional teve a sorte , o dinheiro e os padrinhos para ganhar uns campeonatos e nunca mais lhes saiu da cabeça porque como eram do puerto, carago, tinham de ser sempre os melhores. Porque não pedem a independência como a Catalunha e ficam a ser um apêndice da Galiza fazendo parte dum qualquer clube regional?

    ResponderEliminar
  2. Sport Lisboa e Colinho. Gostei e acho que até o Calheiros, o Garrido e o saudoso Adriano Pinto teriam gostado.

    ResponderEliminar