quarta-feira, 12 de julho de 2017

Bar aberto na AR?

Ao ouvir as intervenções de  Passos Coelho, Telmo Correia e Nuno Magalhães, durante o debate sobre o Estado da Nação, fico a suspeitar que hoje é dia de  Bar Aberto na AR. (Ou serão os dealers em saldos de Verão?)
Nuno Magalhães chamou cobarde a Costa por ter ido de férias, esquecendo que não há maior cobardia do que a que ele próprio protagonizou, ao recusar assumir a paternidade de um filho que o tribunal provou ser seu.
Telmo Correia veio falar  de assinaturas levianas de diplomas, esquecendo  que foi Assunção Cristas quem admitiu ter assinado diplomas de cruz, sem ler, enquanto estava de férias, .
Já Passos Coelho, como habitualmente, disse inanidades que apenas confirmam o que já se sabia: não deve abrir a boca quando está em estado de privação, para não dar ao país o triste espectáculo de ser um adicto ao poder, que não consegue conviver com a sua condição de deputado irrelevante.

Sem comentários:

Enviar um comentário