sexta-feira, 23 de junho de 2017

Ó patego! Olhó balão...


Por muito que custe admitir aos sulistas elitistas, é uma verdade irrefutável e mundialmente reconhecida ( pelo menos no mundo onde eu me movo) que "Não há noite igual à do S.João"
Este ano, porém, alguém resolveu estragar a magia de uma noite única, proibindo o lançamento de balões.
Num país onde no Verão não há festa nem festança em que não haja foguetes e fogo de artifício à fartazana, um idiota qualquer lembrou-se de proibir os balões!
Este ano a noite de S. João não será a mesma mas, como ainda não é proibido publicar fotos, aqui ficam para memória futura, acompanhados de musiquinha à maneira.



16 comentários:

  1. Adorei ver o nosso Rei do baião pore aqui. Lindos balões nas fotos! abraços, feliz São João!chica

    ResponderEliminar
  2. Sulistas elitistas só nos EUA. Aqui, em Espanha além da inacta superioridade dos países nórdicos acontece exactamente o contrário. Não sei porque o Carlos gosta tanto da Argentina e de outros países da América do Sul e porque veio viver para esta zona. Se calhar pelas mesmas do que eu. Só havia em Lisboa o que nós procurávamos. Mas fique também sabendo que na minha capital de distrito e na minha terra é o São João que festejamos. Hoje já fui comprar um manjerico e já tenho ali alecrim seco, que apanhei com a devida antecedência no meu quintal, para fazer uma fogueira e saltar nove vezes recitando a mesma ladainha o que faço desde criança.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nove vezes, Anphy? Nove saltos...hummm, há-de sr um luminho de nada e é só dar um passo para lá e outro para cá e mais umas vezes e já está. Só em criança saltei uma vez a fogueira e foi sem que minha mãe soubesse. Mas saltar sobre lumes bem acesos e a chispar não me faz o género. Desisti.

      Eliminar
    2. O que eu sei, Anfitrite, é que estou a ouvir foguetes há uma hora e os balões é que são proibidos. Não entendo

      Eliminar
    3. Saltar a fogueira também nunca foi a minha especialidade, Bea

      Eliminar
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar



    6. Anfitritesábado, 24 junho, 2017

      Carlos, e a culpada sou eu? Pois fique sabendo que gostei do fogo de artifício, mas apreciei sobretudo a coletânea sonora que o acompanhou. Às tanta tive mesmo de me levantar do assento e ir abanar o capacete.

      Eliminar
    7. Célia, Na minha terra é: Em louvor de São João uma, muito...


      Bea, pois a mim foi a minha Mãe que me ensinou. nessas coisas de tradição eram com ela...quanto ao resto não houve pancada que me endireitasse. E não desfaça da minha fogueira porque não se salta de pés junto, passasse de um lado para o outro. E não sabe o trabalho que me deu limpar todo o espalhafato.

      Eliminar
  3. Anphy! Não me diga que se chamuscmou a pular lumes. Mau Maria. Mais nos vale que tenha andado na pandega até às quinhentas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bea,Não andei na pândega, eu faço a festa sozinha. Atiro os foguetes e vou apanhar as canas. Se calhar foram os que o Carlos ouviu.

      Eliminar
    2. Estava a brincar:).
      Tem razão, pândega.

      Eliminar
  4. Embora raramente, às vezes estou em sintonia com o Carlos.

    NÃO HÁ NOITE IGUAL À DO SÃO JOÃO DO PORTO


    As canções ouço mais tarde.

    ResponderEliminar
  5. A emissão da rtp1 da suposta noite de S.João foi uma afronta à cidade do Porto. Uma vergonha!

    ResponderEliminar