terça-feira, 25 de abril de 2017

Memórias em vinil (CXVI)


Desde Berlim, brisa nocturna a fustigar-me, faço a mesma pergunta que Adriano Correia de Oliveira. 
A diferença é que dirijo a pergunta à Europa e não ao meu país...

3 comentários:

  1. Uma canção que estremeço e me estremece.
    e boa continuação por Berlim.

    ResponderEliminar
  2. Quantas vezes cantei esta trova entre amigos!!
    Faz pele de galinha cada vez que se ouve.

    ResponderEliminar
  3. Outro cantor desconhecido. Ouvi e gostei bastante.

    Continue a perguntar à Europa, Carlos, mas não descuide o seu país, onde os cravos vermelhos já não têm cheiro.

    Então, não quer dar um pulo de mais de 600 Km até Düsseldorf?

    ResponderEliminar