quarta-feira, 12 de abril de 2017

A Incrível Almadense (actualização)


A Incrível Almadense é uma respeitabilíssima sociedade filarmónica,  cultural e recreativa, com mais de um século de vida ( completará 170 anos em 2018). 
Esta  prestigiada colectividade não é, todavia, a razão deste post. Trago-a à colação, a propósito de uma notícia que me chegou ontem à noite:
Maria Luís Albuquerque ( sim, essa mesma, a Miss Swaps, nº 2 do PSD, ex-ministra das finanças e mulher de mão de Passos Coelho)  vai ser a candidata do partido  laranja à  Assembleia municipal de Almada.
Inicialmente pensei que fosse notícia do Inimigo Público, mas afiançam-me que é mesmo verdade.
Assim, mesmo reconhecendo que é um abuso, peço as minhas desculpas à Incrível Almadense, mas não encontrei título mais apropriado para esta escolha do dandy de Massamá.
Em tempo: Maria Luís será candidata à Assembleia Municipal e não à Câmara. Do mal o menos. É só para dar o nome. Depois fará como Teresa Leal Coelho em Lisboa. Só lá vai quando não tiver mais nada para fazer

3 comentários:

  1. Por partes, Carlos.
    Maria Luís Albuquerque será cabeça de lista à Assembleia Municipal de Almada.
    A Sociedade Filarmónica Incrível Almadense foi fundada exactamente a 1 de Outubro de 1848, no Pátio Prior do Crato, em Almada.

    A Incrível não leva a mal, meu caro. É substancialmente superior à miss swap. Mal seria que Marilu concorresse à Câmara e ganhasse. Isso sim, poderia ser um mal maior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela correcção , António. Sendo candidata à AM não fará estragos.Quanto à IA sabia o ano, mas não o dia.

      Eliminar
  2. São tentativas desesperadas de evitar a estrondosa derrota que o PSD vai ter nas autárquicas.
    Mas, como em tantas outras situações, o desespero só conduz à asneira.

    ResponderEliminar