segunda-feira, 13 de março de 2017

Tirem-lhes o vinho e dêem-lhes os comprimidos

Há dias, assisti a um espectáculo degradante: no plenário da AR, Passos Coelho pretendeu imitar um esquizofrénico em estado de privação, desatou a insultar António Costa e a acusá-lo de não respeitar as instituições. Fiquei preocupado. Não pelo que PPC disse, mas pelos tiques que acompanharam o seu discurso. Fez-me lembrar um bêbado a querer dar nas vistas no meio de uma sala onde se discutiam coisas sérias.
Só que há coisas bem piores. Como, por exemplo, ver um grupo de psicopatas, acolitados por um jornalista avençado, neste estado de degradação cerebral deprimente

4 comentários:

  1. Coelho está de cabeça perdida e não o consegue disfarçar.

    ResponderEliminar
  2. www.assuntodehumanos.blogspot.com
    Segue lá !

    ResponderEliminar
  3. Não me apetece rever tiques deprimentes. É espectáculo muito triste. E estou com pena do Passos.

    ResponderEliminar