segunda-feira, 20 de março de 2017

Obsessões

Com tanto adiamento e tanta fuga de informação para a comunicação social, a justiça já conseguiu um dos seus objectivos: a  condenação de Sócrates pela opinião pública. A mesma que noutros tempos condenou Carlos Cruz. 
Não me custa nada acreditar que Sócrates seja culpado, mas custa-me muito aceitar uma justiça que desrespeita os direitos fundamentais das pessoas.
Prender um homem ( chame-se Sócrates, ou Zé dos Anzóis) e mais de dois anos depois não conseguir provar nada e andar a bufar para os jornais para o incriminar não é justiça. É PERVERSÃO, FARSA, VINGANÇA ou o que quiserem. NUNCA SERÁ JUSTIÇA!
O que está em causa é a Democracia e, como diz João Nabais no vídeo abaixo, quem não se revoltar com isto devia ter vergonha na  cara.
Já agora- acrescento eu- merecia passar por uma situação idêntica para ver como é bom e aprender a respeitar o próximo.
E não me venham com a treta da dificuldade em fazer prova dos factos. Se é difícil, essa é mais uma razão para ser cauteloso e não prender arbitrariamente uma pessoa.






4 comentários:

  1. ... entretanto, o mesmo MP, ao fim de 4 anos(!), ainda não sabe o que matou uma jovem de Penafiel, que "tinha" ansiedade persistente, como "prova" por certo as 11 (onze!) vezes que se dirigiu ao hospital local. E querem os senhores que eu acredite nas complexidades e ressonâncias?
    ver JN 20 Mar 17, pg 20

    ResponderEliminar
  2. "Vocês estão obsecados com o arguido" diz, em determinada altura, João Nabais. De resto, a pessoa mais lúcida deste debate.
    Inês Serra Lopes confirmou, neste debate, a sua mediocridade.
    Fica a sensação de que a SIC Notícias escolheu os piores opinadores que tiveram pela frente um João Nabais que não se deixa enrolar.
    Entretanto a Justiça, através da PGR e com os informadores oficiosos sempre conhecedores do que devia estar em segredo de justiça, vai dando tiros nos pés.

    ResponderEliminar
  3. Não conheço o processo, não me pronuncio.
    Daqui não saio, daqui ninguém me tira.

    ResponderEliminar