quarta-feira, 1 de março de 2017

Memórias em vinil (73)


Desta canção de Edoardo Vianello,  que foi um estrondoso sucesso, só me lembro que me irritava profundamente. Foi por isso com muita surpresa que encontrei este disco no meu baú. Depois li a dedicatória e percebi que me foi oferecida num aniversário.
Fui ouvir e continuei a não gostar e a sentir-me irritado. Não consegui ouvi-la até ao fim.
Aqui fica como penitência de quarta-feira de cinzas. Boa noite!

2 comentários:

  1. Não é uma beleza por aí além, mas ouve-se bem.
    Para penitência não está nada mal, não senhor! :)

    Boa noite, Carlos.

    ResponderEliminar
  2. Não conhecia.
    Este era o Marco Paulo italiano??
    Se não era, era muito semelhante.

    ResponderEliminar