sexta-feira, 17 de março de 2017

Dêem-lhe os comprimidos, please


Nas últimas semanas, as únicas intervenções desta senhora na AR foram para pedir certidões. Já seria demasiado pouco para justificar o vencimento. Mas o pior não é isso. O pior é o sentimento de pena que nos assalta quando ouvimos isto.
Esta mulher foi ministra, não tinha necessidade de se submeter a este  enxovalho, só para agradar ao chefe. Todo o país sabe que o PSD é, hoje em dia, um hospício de desequilibrados. 
Expresso por isso a minha disponibilidade  para assinar uma petição pedindo que deixem sair esta pobre de espírito com dignidade.

4 comentários:

  1. Deixar "sair esta pobre de espírito com dignidade" pressupunha que ela tivesse dignidade.
    Não é o caso, afirmo.

    ResponderEliminar
  2. A senhora deputada da Cruz que por vezes até tem votado ao lado da chamada "geringonça" contra a "caranguejola" na interpelação estava com a voz um pouco presa e arrastada ? Na verdade .... Bem, esqueçamos certas verdades. Parece que na caranguejola estão a sofrer o síndroma da abstinência ... governamental. O líder até já recomendou à cristas que seria melhor calar-se, mas pelos visto nem sempre na caranguejola estão atentos às palavras do Grande Líder à Lapa, que já começou a recomendar silêncio às hostes.

    ResponderEliminar
  3. Carlos, será comprimidos ou copos? mas eu tinha pena da senhora. Depois do rico marido a ter trocado pela jovem secretária, tem o azar de perder um filho do dia para a noite...

    ResponderEliminar