quinta-feira, 16 de março de 2017

A Cruz de Cristas

Cristas estava a veranear quando Marilú lhe telefonou a pedir um autógrafo. Entretida a ler este livrinho, não teve tempo para ler os dossiês e assinou de cruz.  (Foto roubada ao blog We Have Kaos in the Garden)

Obviamente que acredito em Assunção Cristas quando ela diz que as questões da banca nunca foram discutidas em Conselho de Ministros. Essas coisas discutem-se em pequenos círculos, em reuniões privadas, e os acordos selam-se com um aperto de mão (com luvas, por causa das impressões digitais)
Eu sei que AssunçãoCristas é uma mulher de Fé, mas alguém lhe diga que, mesmo tendo como justificação estar de férias, assinar de cruz é muito perigoso
A conclusão que tiro quando uma ex ministra confessa ter assinado um documento por e mail, durante as férias, sem conhecer os dossiês, é que Assunção Cristas é burra,mas também que o CDS estava no governo apenas para servir de muleta ao calhordas de Massamá.
Se o PSD de Passos Coelho voltar a ser governo um dia ( cruzes canhoto, vade retro Satanás!) e Cristas ainda estiver no poder ( o que não me parece muito provável depois de  ter "apunhalado" Paulo Portas na entrevista ao Público), será apenas um elemento decorativo ao lado do jarrão, no gabinete de PPC.
Como, aliás, admitiu  nesta entrevista ao Público

2 comentários:

  1. Creio que a senhora em causa é demasiado nova para o cargo. E não digo isto por pensar que haja uma necessidade de cabelos brancos e rugas para se ser ponderado. Mas neste caso julgo ser esse o maior mal. Ela é quem fica pior na foto e nem conseguiu ver isso. Está verde.

    ResponderEliminar
  2. Assinar de cruz não é desculpa, é pura estupidez.

    ResponderEliminar