quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Memórias em vinil (53)


Hoje descobri mais um baú com 45 rpm e fui lá encontrar este irlandês.
Esta canção  de 1972 assenta como uma luva a andarilhos como eu.
Tenham uma Boa noite!

5 comentários:

  1. Engraçado como há canções que julgamos esquecidas no fundo do baú da nossa memória, já a ficarem perdidas nos lugares mais recônditos, sem nem os títulos nos avivarem a ideia, e quando soam os primeiros acordes, tudo volta em força...Esta canção foi uma delas. Muitos bonita, mesmo.

    Boa noite, Carlos!

    ResponderEliminar
  2. Eis uma voz de que gosto, Gilbert O'Sullivan. Nunca o tinha visto:). Obrigada. Será que já morreu?!...

    ResponderEliminar
  3. Carlos, tenho visitado sua página, com frequência. Gosto da maneira como escreve e expressa suas opiniões. E, principalmente, me encanta apreciar estas músicas, tão bonitas, que marcaram época e nos trazem belas recordações.

    ResponderEliminar