quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

A gaiola das malucas



Desde que a igualdade de género na política passou a ser determinada por quotas, cada país tem a sua gaiola das malucas.
Não sendo um entusiasta da igualdade de género, Donald Trump  já se desenvencilhou de uma procuradora e de uma juíza  que lhe fizeram frente.
Em contrapartida, para não ser acusado de machismo contratou para o seu círculo restrito algumas mulheres com QI de galinha, que têm como missão aconselhá-lo e são conhecidas como Trampas. É uma forma de Trump não se sentir diminuído, quando toma decisões de galináceo.
Deve, por isso,  ter ficado extremamente orgulhoso quando ouviu estas palavras de Kellyanne Conway.
Em tempo: Estejamos descansados. Trump despede, persegue, proíbe, maltrata, despreza as leis, ignora a Constituição, defende a tortura, marimba-se para os direitos Humanos, mas não se passa nada. Quem se indigna é histérico. Keep Calm! Quando a casa estiver a arder a gente conversa.

5 comentários:

  1. Maluca ou não, Conway – a dos “factos alternativos” – é a primeira diretora de campanha (nos EU) a levar o seu candidato à meta final ... como vencedor. Não deve ser tão maluca assim, Carlos! : )

    ResponderEliminar
  2. Ao dizer “you’re fired!!” a Yates, cometeu outro grande erro. Mas parece que ao nomear Gorsuch para o lugar de Scalia, tem a aprovação da maioria, incluindo dos media. Os conservadores é que lhe vão fazer a vida negra ... só porque...

    ResponderEliminar
  3. Mas é que também vi esse galináceo. Que descaramento!

    ResponderEliminar
  4. Um dia a Casa (Branca) vem abaixo! E serão os próprios Republicanos a provocar a queda.
    Trump vai, entretanto, conseguindo uma das coisas que queria (e quer): ser falado, andar nas bocas do Mundo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu consigo imaginar como Trump se sente quando lhe chamam de senhor presidente. Não sei como o homem ainda não explodiu de tanto narcisismo. Quer gostemos dele, quer não, o certo é que Trump conseguiu ser eleito, mesmo sem experiência; é o presidente da maior potência do mundo, o que alguns tentaram por duas vezes e não foram bem sucedidos. It is a huge accomplishment! Temos que lhe dar razão. Ele ganhou (como ainda continua a afirmar) e os outros perderam. Agora se vai acabar o seu mandato de 4 anos, é que é a grande questão. Eu digo que não. E não “lhe quero mal”. Juro que não.

      Eliminar