sábado, 21 de janeiro de 2017

Chazinhos da Paróquia (2) *




Começo com uma pergunta: Já sabia que Lisboa é capital ibero americana da cultura desde dia 7 de Janeiro?
Então saiba e que até final do ano haverá muitas coisas para ver. Exposições, espectáculos de dança, teatro, conferências , etc.  No total serão 150 eventos  ap longo do ano e passarão por Lisboa cerca de 400 artistas  convidados latino-americanos. Não  faltarão momentos para animar a nossa vida, com aquele toque latino-americano sempre caloroso.  
Sugiro, pois, que planeie o que pretende ver durante o ano, para não (se) perder.Destaque especial para a exposição Testemunhos da Escravatura
que decorre em vários espaços de Lisboa e para o concerto Canções para Revoluções no 25 de Abril. Um concerto ao ar livre, onde serão interpretadas canções de intervenção de Zeca Afonso, Mercedes Soza, Violeta Parra e Chico Buarque   Mas há muito mais.De quando em vez eu  virei aqui lembrar-vos, mas  o melhor é estar atento ao programa, para garantir que não perde o que mais lhe agradar.
Para esta manhã recomendo-lhe um passeio por esta Lisboa. Pode estar frio, mas  caminhar por aqui aquece a alma.
Não lhe vou sugerir onde almoçar ou jantar ( a variedade é tanta que nem me atrevo) mas deixo-lhe outras sugestões para alimentar o espírito. À tarde deixo-lhe duas sugestões: se aceitou a proposta de passeio, aproveite e vá ao CCB assistir ao primeiro filme do ciclo Belém Cinema. Em exibição está Lawrence da Arábia. Boa oportunidade  para recordar um grande filme, com um grande elenco ( Peter O' Toole,Anthony Quinn, Omar Sharif e Alec Guiness).
Em alternativa sugiro-lhe uma visita ao Museu do Chiado para ver a exposição de Amadeo Souza Cardoso. 
Há quanto tempo não vai ao teatro?   Já que está no Chiado, aproveite para jantar nas imediações e depois  ir  ao S. Luiz ver  " A Noite de Iguana". Garanto-lhe que esta peça de Tennesse Williams é imperdível. Oportunidade também para ver Nuno Lopes, numa interpretação sensacional.
Depois do teatro, que tal acabar a noite a ouvir jazz no Hot Club?
A noite de sábado prolongou-se pela madrugada e levantou-se tarde no domingo? Não se preocupe. Junte o pequeno almoço com o almoço  num brunch. Em casa, ou num dos muitos lugares que os servem em Lisboa, para todos os gostos e preços.
À tarde  fique por casa a ler "O Evangelho Segundo Lázaro" de Richard Zimmler e ao final da tarde, ou princípio da noite vá ao cinema. Como acontece sempre nesta época do ano, há por aí muitos e bons filmes em exibição. Para este fim de semana  sugir. Manchester by the sea.  Quase aposto que vai gostar. Mas, como sempre, o mais importante é que tenha um excelente fim de semana. Descontraído e, se possível, divertido.

* Decidi dar um nome a esta rubrica com sugestões de fim de semana. À falta de melhor ideia, recuperei o nome de uma rubrica que escrevi durante dois anos no semanário "Tribuna de Macau": Chazinhos da Paróquia.
Por agora está frio, tome-se bem quentinho. Lá mais para o Verão, o chá gelado também é uma óptima escolha. E, para que não lhe falte nada, também hei-de trazer aqui algumas sugestões de Casas de Chá.

6 comentários:

  1. Gostei de saber. Oh como Lisboa está longe!!

    ResponderEliminar
  2. Com tantas sugestões e tão boas, terás de concluir que o título é um tanto redutor.

    ResponderEliminar
  3. Tudo excelentes sugestões para quem quiser sair de casa e sair, bem agasalhado, para desfrutar da vida boa que se vive em Lisboa.
    Bom Domingo, Carlos!

    ResponderEliminar
  4. Gostei do título dos posts e achei as sugestões bem interessantes. Ficou-me o teatro na sessão dominical. Manchester by the sea já pretendia ver e espera apenas a próxima oportunidade. O livro é de um autor que aprecio, mas por ora tenho vários por terminar e estou farta da pilha sobre a mesa de cabeceira.

    ResponderEliminar
  5. As sugestões são muitas e boas, vai ser preciso muito mais que um fim-de-semana!
    E fico a aguardar as sugestões de casas de chá...(título delicioso!)

    ResponderEliminar
  6. O Tribuna de Macau é uma boa escola, Carlos.
    Por cá continua bem vivinho.
    Vou gostar de acompanhar a rubrica.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar