quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Almaraz: contra os espanhóis, lutar, lutar



Espanha está em vias de construir um cemitério de resíduos nucleares a pouco mais de 100 quilómetros da fronteira.
O assunto é debatido há pelo menos dois anos entre ambientalistas, mas a comunicação social só agora, depois de Espanha ter anunciado a firme ( e irrevogável ?) determinação de avançar com o projecto, despertou para o problema.
Diga-se em abono da verdade que nem o governo anterior, nem o actual, manifestaram publicamente qualquer apreensão. A  manifestação realizada em Junho contou com a presença de escassas dezenas de pessoas. Para hoje, às 18 horas, está programada uma manifestação em frente ao consulado de Espanha, na Rua do Salitre.
Não me parece que esteja por lá muita gente  além de nós, os culpados do costume. A maioria das pessoas desconhece ( ou finge desconhecer) os perigos inerentes à construção do cemitério nuclear de Almaraz. 
Talvez seja importante, então, lembrar às pessoas que gostam tanto do Tejo que o rio também está em risco, para ver se se mobilizam.
No entanto, é imperioso reconhecer que se há um desinteresse generalizado sobre as questões ambientais, mesmo quando ameaçam afectar directamente as nossas vidas, a culpa também é disto

2 comentários:

  1. As manifestações têm que começar a ser feitas ou com likes/ deslikes que é a única maneira das pessoas todas reagirem!!!!
    Em casa , na rua ou onde quer que se esteja só por tlm é que as pessoas vencem a preguiça!
    Bj

    ResponderEliminar
  2. Se a decisão já está tomada haverá mais reuniões para quê??

    ResponderEliminar