domingo, 18 de dezembro de 2016

O(s) Bom(s) Rebelde(s) de Alepo


Para quem ainda tivesse dúvidas: os rebeldes sírios, em quem o Ocidente depositava tantas esperanças  para consumar a Primavera Árabe na Síria, mostraram hoje a sua verdadeira índole. 
Surpresa? Só para quem tenha andado muito distraído. Não eu, que desde o início alertei para o embuste que nos estavam a vender através dos media.

Querem acabar com o futebol?

Logo no início da época futebolística escrevi um post  sobre o videoárbitro. Afirmei com toda a segurança que, salvo raríssimas excepções, o recurso aos meios electrónicos (videoárbitro) em nada iria contribuir para resolver as dúvidas sobre os lances de penalties e foras de jogo e as polémicas continuariam, eventualmente ainda mais ácidas.
A minha tese acaba de ser confirmada esta semana. Durante o Campeonato Mundial de Clubes no Japão, o árbitro foi chamado a recorrer ao vídeo num lance de penalty e noutro de fora de jogo.
Depois de ver os vídeos, os árbitros mantiveram as decisões iniciais. A polémica é que aumentou... Público e jogadores exaltados, árbitros indecisos e paragens no jogo de longos minutos, gerando perda de ritmo.
O vídeo árbitro veio introduzir mais confusão, provando-se assim que as novas tecnologias, quando mal utilizadas, podem ter efeitos avassaladores. Se os dirigentes máximos da Futebolândia insistirem no videoárbitro talvez consigam acabar definitivamente com o futebol