quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Caderneta de cromos (49)


Nem o facto de ter sido apanhado em escutas pedindo favores a um arguido dos vistos Gold, tirou a verborreia a este comentador de metro e meio, aspirante a inquilino de Belém.
Utilizando a informação privilegiada obtida graças aos cargos que ocupa, recados que lhe são enviados por amigalhaços e "palpites" de ocasião, Marques Mendes faz uns cozinhados no seu espaço de comentário político que em nada dignificam a SIC, nem os comentadores políticos. 
Misturando informação com opinião e mentiras com meias verdades, MM faz um cozinhado que lhe valeria, sem dúvida, a entrada directa no top ten dos Mestres da Culinária. Acontece, porém, que essa rubrica é propriedade de Quim Barreiros, pelo que não lhe posso conceder mais do que um espaço nesta caderneta de cromos. Em nota de rodapé, para  não despertar a atenção de quem passa.