terça-feira, 27 de setembro de 2016

Those were the days(30)

Comprava-se tanta coisa com uma nota de 100 escudos!
Hoje, vale 50 cêntimos e nem para um café dá...

Não precisa explicar...

Eu só queria entender uma coisa: até ao final da semana passada, os analistas criticavam o governo da geringonça, porque a carga fiscal estava a aumentar e a tornar-se insuportável para as famílias.
Desde ontem, já li vários artigos e ouvi outros tantos comentadores a alertar para o falhanço da política do governo, porque...a receita fiscal diminuiu!
Parece-me haver aqui qualquer coisa que não bate certo, mas o problema deve ser meu...

Noite de terror!

Ver o debate entre Hillary Clinton e Donald Trump, esta madrugada, foi como ter um pesadelo que nos faz acordar em sobressalto.
Se Donald Trump vencer as eleições de Novembro com aquele discurso nihilista, onde não há sequer uma ponta de política, devemos todos estar preparados para o pior. É que no meio daquele vazio, descortina-se em Trump um profundo ódio e um desprezo absoluto pelas pessoas. Independentemente da raça.
Hillary Clinton, por  sua vez, também não dá quaisquer garantias de vir a ser a presidente que os Estados Unidos precisam. Ter um  discurso político estruturado não é suficiente para dirigir a maior potência do mundo. Debitou alguns slogans  que empolgaram a assistência, mas não foi assertiva em nenhuma das matérias do debate. E deixou a pairar no ar a hipótese de retomar as negociações do TIPP - o que é uma péssima notícia.