segunda-feira, 29 de agosto de 2016

O povo tem sempre razão?

Palpita-me que a expressão " vão para o raio que as parta" teve origem numa situação destas.http://www.jn.pt/mundo/interior/relampago-matou-mais-de-300-renas-na-noruega-5361493.html..

Os turistas são uns malandros(3)

O Airbnb esta a provocar o aumento das rendas e a contribuir para a desertificacao dos centros urbanos.
Muitos portugueses quando visitam as principais cidades europeis correm para o Airbnb a ver se encontram alojamentos mais baratos, porque os preços dos hoteis são incoortaveis para a maioria.
Felizmente somos portugueses, por isso nao contribuímos para descaracterizar os centros urbanos das capitais europeias, estamos apenas a dinamizar a economia local.

Empresários ou patrões?

Ha tempos comentava com um ex dirigente do IEFP, o caso de uma empresa cujo proprietário tinha apenas a quarta classe e tinha cerca de uma dezena de engenheiros a trabalhar consigo. Os engenheiros lamentavam-se porque pretendiam modernizar a empresa mas, constantemente, obtinham do patrão a mesma resposta:"trabalho assim ha 50anos, nao vou agora mudar so porque uns miúdos com o curso de engenharia dizem que e melhor".
Respondeu-me esse ex -dirigente o que eu  venho dizendo ha anos.:em Portugal quase nao temos empresários.So patrões.
As ultimas noticias que tem surgido na comunicação social confirmam a falta de qualidade dos nossos patrões. Além de falta de liderança, resistência a modernização e falhas graves ao nível da gestão, os nossos patrões tem a mão leve, como o demonstra o facto e nos últimos cinco anos muitos milhões vindos de Bruxelas, com o objectivo de revitalizar empresas, terem acabado com as empresas na falência e muitos trabalhadores desempregados.
Sei muito bem que nem todos são desonestos e que muito desse dinheiro nunca deveria tEr sido entregue, porque as empresas eram inviáveis, mas também conheço casos em que os dinheiros. Bruxelas foram aplicados para outros fins.
Na semana passada soube-se que alguns patrões obrigavam os estagiários a devolver a parte dos salários que deviam ser pagos pela empresa ao abrigo de um protocolo celebrado com o Estado que premeia empresas que contratem estagiários. Nao satisfeitos com isso, os referidos patrões  obrigavam os estagiários a pagar a Taxa Social Única. 
Inicialmente a comunicação social fez passar a mensagem de que o IEFP nao tinha agido, porque os estagiários nao denunciavam as situações. 
A justificação caiu por terra quando um estagiário confirmou ter apresentadoqueixano IEFP em 2013. Sem sucesso.
Eu gostava de perguntar a todos aqueles que dizem que a salvação do pais esta na iniciativa privada e no empreendedorismo, se e com estes  empresários que devemos contar para credibilizar  o Pais e dinamizar a nossa economia.
Mas gostaria de perguntar também se e com dirigentes que pactuam com esta actuação que podemos confiar na Administração Publica. 
Mota Soares e comandita do  CDS  escandalizaram-se quando o actual governo por ter despedido as chefias nomeada pelo próprio Mota Soares, que fizeram de cegos, surdos e mudos no caso das fraudes com os estágios. Devo concluir, portanto, que estavam satisfeitos com as pessoas que tinham nomeado. Mais uma razão para nao perceber como ainda existe quem afirme que com o anterior governo o pais tinha futuro. Ou melhor:até compreendo.Anda por ai muit a gente disfarçada de empresaria, mas pertence a um bando de vigaristas mafiosos que so sobrevivem a conta de dinheiros do Estado, com quem tem relações privilegiadas que lhe permite fazer vida de rico a custa da exploração dos trabalhadores e dos subsídios que vão recebendo.