domingo, 21 de agosto de 2016

Para tudo se acabar na quarta-feira





Terminam hoje os Jogos Olímpicos. Eu sei que hoje é domingo, mas penso que esta canção se enquadra bem dentro do espírito dos Jogos do Rio. Foram os primeiros falados em português e  os primeiros realizados no hemisfério  sul, fora da Austrália ( que os realizou duas vezes). 
Muito haveria a dizer à volta destes jogos que, obviamente, não foram perfeitos, mas terão ultrapassado as expectativas de muitos que temiam um desastre. 
Sei que os brasileiros continuam divididos entre os que criticam o dispêndio de verbas e os que se sentem orgulhosos, mas isso acontece em qualquer parte onde se realizem os Jogos.
Quanto à participação portuguesa, esteve um pouco aquém das expectativas que, em minha opinião, eram irrealistas. 
Comoacontece sempre, houve algumas desilusões, alguns azares, uns quantos "estivemos quase lá", sorrisos de satisfação e lágrimas amargas por não se ter conseguido valorizar o trabalho de 4 anos.
Somos um país pequeno com atletas de nível mundial em muitas modalidades onde, ainda há uma ou duas décadas nem sequer existíamos. 
Temos feito progressos notáveis, a maioria dos nossos atletas trabalha sem as condições de outros de países com dimensão desportiva inferior à nossa.
Pese embora um ligeiro travo amargo, devemos estar orgulhosos pelos que representaram o país no Rio de Janeiro.
Não será um ou outro insucesso, ou resultado aquém das expecctativas mínimas, que ensombrará a nossa presença. 
Um dia o resultado do esforço dos nossos atletas será recompensado com medalhas.