sexta-feira, 3 de junho de 2016

Será que ele é, será que ele é?


Quem lhe vai passar o atestado médico?

Em 2010 ficou em prisão preventiva mas, alegando precário estado de saúde, pediu para cumprir a medida cautelar em casa. O juiz acedeu e lá foi fazer companhia a Cavaco na praia da Coelha.
Obviamente que ele sabe, há muito, que nunca cumprirá qualquer pena porque ou o processo prescreve, ou um novo atestado médico afiançará que ele continua a sofrer da doença grave que há seis anos o retirou da cadeia por "questões humanitárias" já que a sua vida estava "por um fio". 
É preciso, porém, salvar a face da justiça e as notícias que anunciam uma pena exemplar são uma boa ajuda para recuperar a credibilidade.
Daria vontade de rir, se não fosse um enorme drama nacional a eterna impunidade dos poderosos.