sexta-feira, 6 de maio de 2016

Já nem sequer disfarçam...



A pouca vergonha a que chegou o jornalismo em Portugal tornou-se viral. A doença é tão grave, que  jornais e televisões já nem sequer disfarçam as mentiras que publicam, nem  a ignorância dos jornalistas que por lá trabalham na indústria de intoxicação da opinião pública.
Amanhã é dia de o "Expresso" publicar em primeira página mais um capítulo da sua telenovela panamiana, mas durante a semana o grupo Impresa deu-nos sobejas razões para umas boas gargalhadas, mas também muita reflexão.
No início da semana, o "Expresso" ressuscitou Malangatana e "organizou" uma conversa entre o poeta e Marcelo Rebelo de Sousa.
Dias depois, a SIC Notícias transformou o ex-presidente Chissano em líder da  Renamo e  inventou uma longa história sobre a aproximação entre Renamo e Frelimo, promovida durante um almoço oferecido pelo nosso PR.
Que eu saiba, nem "Expresso", nem SIC pediram desculpa aos leitores pelos erros. Isso diz muito sobre o desprezo do grupo Impresa  pelos leitores e espectadores.


Qual é a tua, ó meu?



Queres frequentar  uma escola particular, quando ao lado tens uma escola pública? Então paga-a, pá, que eu não nasci para otário nem para sustentar vícios.
Como já dizia o Passos, não podes viver acima das tuas possibilidades, nem a expensas dos contribuintes teus irmãos ( e irmãs)
Não queres frequentar a escola pública porque tens medo de ser vítima de bullying, é?  Não sejas piegas, meu!
Diz aos teus paizinhos e professores da escola privada para não se indignarem   com a decisão do governo porque, ao contrário do que já li e ouvi por aí, o governo não vai retirar dinheiro às escolas privadas...vai é fechar a torneira dos subsídios, quando o prazo de três anos, previsto na lei, terminar. E também não vai abrir novas tetas,  para que os teus paizinhos andem de BM topo de gama, porque eu lhes estou a pagar a escola dos filhos. Percebeste, ou precisas de um desenho?
Ah eles dizem que estão em causa as liberdades individuais?
OK, mas quando chumbaram  o casamento entre homossexuais e a adopção por casais do mesmo sexo, onde é que os teus papás tinham escondido as liberdades?
Já agora, pergunta-lhes se  estão dispostos a pagar as prestações sociais de quem precisa, ou a contribuir para a redução das portagens em autoestradas do interior.
Ai não estão, porque isso é contribuir para alimentar vícios a malandros que não querem trabalhar?  Pois então diz-lhes que eu os mando dar uma voltinha ao bilhar grande, porque não estou para alimentar chulos. Se querem um cheque ensino, vão ao Totta!

A nova cara do CDS é isto?

É preciso Assunção Cristas não ter um pingo de vergonha na cara, para apresentar  uma proposta de protecção da maternidade que o CDS chumbou quatro vezes quando  estava no governo.
A nova cara do CDS é isto? Então  eu diria que Cristas é um Portas de saias. Ou, para ser mais  exacto, Portas era uma Cristas de calças.

Um caso isolado

Não faltará por aí quem diga que se trata de um caso isolado.
Não é verdade. Ainda há duas semanas circulava por aí um outro vídeo em que um jovem atirava um cão de uma ponte.
Não vale a pena fazer como a avestruz e fingir que não se passa nada. Passa e é grave! Andam por aí centenas de jovens cujo único objectivo é aparecerem na televisão. Por isso fazem figuras tristes em reality shows ou concursos para "estrelas".
Os que não conseguem aparecer, recorrem aos meios artesanais que têm à mão. Engendram uma parvoíce ou uma atrocidade qualquer, fazem um vídeo, colocam no You Tube e ficam à espera que o efeito multiplicador cumpra a função de apregoar o seu nome nas redes sociais e na comunicação social.
O jovenzinho deve estar feliz e haverá por aí muito adulto a pedir compreensão para a atitude selvagem do puto. Pois eu, mesmo correndo o risco de me chamarem cota, enfileiro no reduzido grupo dos que pedem uma punição exemplar para o animal. Não para o cão, mas sim para o outro.