domingo, 1 de maio de 2016

Há coisas fantásticas, não há?

Desculpem recorrer a esta fonte, mas não encontrei a notícia em nenhum jornal

Dia da Mãe

No meu tempo o Dia da Mãe  comemorava-se no dia 8 de Dezembro. Parecia-me uma data adequada, mas a sociedade de consumo não esteve pelos ajustes e o Dia da Mãe passou a assinalar-se no 1º domingo de Maio. 
A minha mãe recusou obedecer à moda e aos apelos do consumismo e decretou que o Dia da Mãe para ela seria sempre o dia 8 de Dezembro. E assim foi, até ela falecer ano passado.
Este ano, se fosse viva, ao constatar que o Dia da Mãe coincidia com o Dia do Trabalhador talvez tivesse uma das suas reacções mal humoradas.
Já agora, gostaria que alguém me explicasse a razão de o Dia da Mãe ser móvel e o Dia do Pai se assinalar em data certa. ( Dia 19 de Março, dia de S.José).

Os domingos já não são o que eram...

Mudam-se os tempos, mudam-se os pecados.
Ainda sou do tempo em que os padres garantiam nas suas homilias que domingo era dia de descanso e, salvo raras excepções, era pecado trabalhar.
Igreja também já não é o que era e aquela ideia de dar a outra face caiu em desuso.
Mas o cúmulo da ironia é o Dia do Trabalhador assinalar-se a um domingo.
O mundo está mesmo do avesso!