segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Monopoly Games: quase a encontrar o vencedor

Será  2016 ainda pior do que 2015? Pelo menos no que concerne ao aumento das desigualdades, não restam dúvidas. Se em 2015, 6% da população detinha metade da riqueza mundial, em 2016 essa metade estará concentrada nas mãos de apenas 1% da população do planeta.
Não tarda nada será encontrado o vencedor deste Monopoly Game iniciado com a globalização.

Três pedidos ( e um devaneio) para 2016

1- Que a justiça funcione e, de uma vez por todas, alguém explique se o objectivo é  deixar prescrever o caso BPN para que Oliveira e Costa, Dias Loureiro, Duarte Lima e Cavaco possam dormir descansados, Paulo Portas continue a brincar com submarinos e José Sócrates a dar uma entrevista por semana, proclamando a sua inocência.

2- Que António Costa dê condições à Autoridade para as Condições do Trabalho para desenvolver a sua actividade, nomeadamente dotando-a de recursos humanos que possam fiscalizar em tempo útil as fraudes de muitos patrões, que continuam a enganar e explorar trabalhadores e a  roubar o Estado.

3- Que a ASAE  possa voltar a cumprir os objectivos para que foi criada, o que só será possível quando a actual equipa dirigente for toda demitida com justa causa, por estar a obstruir o trabalho de centenas de trabalhadores honestos e a denegrir o nome de um organismo que tem um papel fundamental na defesa da saúde pública.

E agora, o DEVANEIO:
Que os governantes que durante  mais de quatro anos roubaram, mataram e  expulsaram do país cidadãos portugueses e delapidaram o nosso património, sejam julgados.