quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Se não considerarem a pergunta ofensiva...

A situação é extremamente grave e não há que branqueá-la ou fazer como a avestruz, mas gostaria muito de saber quantos destes pais indignados deixam os filhos dormir noites seguidas ao relento à porta do Meo Arena, por causa de um concerto, sem que isso lhes provoque quaisquer receios.
Podia fazer mais 50 perguntas similares, mas não vale a pena, porque não quero maçar ninguém com perguntas incómodas.
Era só isto, obrigado.

19 comentários:

  1. Pois, eu também gostava de saber! E não se trata apenas dos estores avariados e das lâmpadas fundidas, o que provoca a onda de indignação dos pais, é a falta de aquecimento nas escolas... pois é! Mas deixam os filhos ficar ao relento, uma noite inteira, para poderem assistir aos concertos de música pop...

    E assim, vai o nosso mundinho. :(

    ResponderEliminar
  2. Quantos serão os pais indignados (presentes e futuros) que apoiam um Governo que diz ter acabado a austeridade e a pôr os filhos escravos de uma dívida que ainda há um mês era de 231.387.990.863 euros mas que não pára de crescer? Somos apenas 10.374.289 portugueses mas, a Dívida cresce ao segundo e, como sempre, o PS faz o mesmo de sempre, empurra-a com a barriga e, depois, quando rebentar, pela 4ª vez, arranja uns bodes expiatórios (nacionais ou internacionais). A quem estão a vender os escravos? Tal como o FED, o BCE é um Banco Privado, quais os accionistas? A elite, o tal 1% e eles adoram Governos que lhes garantam Dívidas impagáveis, só assim, terão escravos garantidos para o seu Governinho Global. Quem não acreditar que veja com os deus próprios olhos porque a Percepção do que nos rodeia nada tem a ver com a Verdade dos Factos.
    http://www.nationaldebtclocks.org/debtclock/portugal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é meu hábito responder a anónimos, mas o seu comentário deixou-me preocupado. Já pensou em ir ao médico? E em deixar de beber? Boas festas

      Eliminar
    2. Como muitos acreditam que tudo cai do céu, infinitamente e eternamente, e a preguiça impera, para facilitar deixo a papinha feita
      LINK

      Eliminar
    3. Primeiro verifique a Verdade dos Factos, depois, talvez, quem precisa de ir ao médico não sou eu e, eu que nem sou de apostas, Aposto que não tem filhos e muito menos netos, senão, antes de me dar uma resposta destas, iria investigar primeiro e responderia depois. Imagino que não sabendo uma coisa tão simples, não saberá de coisas bem piores.
      "I've come to realize that the biggest problem anywhere in the world is that people's perceptions of reality are compulsively filtered through the screening mesh of what they want, and do not want, to be true"- Travis Walton

      Eliminar
    4. Afinal o seu problema é uma incapacidade cognitiva ( espero que temporária) que não lhe permitiu perceber a minha resposta. Daí que quando eu escrevo sobre alhos você responda e comente com bugalhos. Perante isso, nada a fazer. Que o Pai Natal lhe traga um reforço de inteligência, são os meus votos sinceros. A partir de agora, comentário anónimo vai para o cano de esgoto.

      Eliminar
    5. Este anónimo imbecil diverte-se a ver cair números (normalmente isso acontece aos autistas). Saberá o que eles querem dizer? veja quantas crianças morrem por segundo e talvez se divirta mais. Só que uns podem ser por coma alcoólico, outros de fome, por doenças que podiam ser tratadas, ou porque os senhores da guerra e do dinheiro assim querem.

      Eliminar
  3. Carlos, Desejo-lhe um excelente Natal cheio de alegrias e muita saúde.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  4. Experimente tomar o comboio Cascais Lisboa sexta-feira â meia-noite e vai ver como está apinhado de estudantagem. Regresso pela madrugada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este anónimo nº 2, não é o outro, este, deve ser filho de quem manda os outros irem ao médico lol

      Eliminar
    2. Esqueci-me de assinar o meu comentário anterior:
      Anónimo Nº 3

      Eliminar
  5. O que e que tem a seguranca na escola com o deixar os filhos dormir ao relento para verem o seu idolo que, na pior das hipoteses, so verao uma vez na vida. Carlos, esqueceu-se de quando era jovem.

    Sempre fui uma mae consciente, equilibrada, atenta ao que se passava nas escolas dois meus filhos(tinha e tenho acesso a todos os canais de informacao relativamente ao que se passa no ensino, mais propriamente nas escolas elementares)e nao vejo a "inconveniencia" de deixar criancas de uma determinada idade gozarem esses momentos de liberdade, desde que controlada. : )))

    Um abraco natalicio, Carlos. Calma.

    Hoje nao saio como anonima... nao quero ir acabar no esgoto! ahahahah Gostei!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Anfitrite já disse quase tudo, resta-me acrescentar que considero inadmissível que andem paizinhos a fazer manifs porque o governo não arranja uma escola, pondo em risco a saúde dos filhos ( o que até nem é verdade, mas isso é outra história...) e depois deixem os filhos dormir ao relento em noites frias e faltar às aulas, porque estão acampados durante três dias à espera de um concerto. Crianças de 13, 14 e 15 anos, Catarina» Peço desculpa, mas isso é irresponsabilidade completa e pais assim deviam ser responsabilizados. Um abraço também para si e votos de um Natal Feliz.

      Eliminar
    2. Carlos, compreendo a sua decepção e até revolta com o comportamento de alguns pais. E a revolta de alguns dos seus leitores. Não deixo de achar interessante o alarido de alguns e os termos fortes e avinagrados com que se expressam.

      Recordo os Beatles. Se a memória não me falha, foram considerados de início os "guedelhudos" que cantavam aos berros. Foram admirados por quase todos os jovens que demonstravam o seu entusiasmo aos gritos. E quantos não ficaram ao relento... talvez não os de 11 e 12 anos.

      Escrever neste tablet é extremamente frustrante. Escrevo certas palavras e saem outras.☺ fico por aqui. Não vale a pena alongar o comentário. Já foi tudo dito e repetido. :))

      Paz e muita saúde, Carlos.

      Catarina

      Eliminar
  6. Os filhos têm de ir em carros com ar condicionado até à entrada da escola, como acontece aqui na minha rua, onde param de qualquer maneira e nem deixam os transportes públicos passarem. Esses que se lixem!

    Os que criticam o PS são uns imbecis porque além de não saberem fazer contas sofrem de Alzheimer. Não sabem o tempo que a direita esteve no poder, o que roubou (se estamos assim é por causa dos bancos) e também se esquecem que Mário Soares proibiu um concerto de Júlio Iglésias, para que não saíssem divisas do país. mas como hoje o Meo Arena é ilegalmente do genro do cavaco e quase todos os outros recintos de diversões, então há que deixar os putos embebedarem-se, fornicarem, apanharem chuva e frio. porque não podem ser contrariados se não ficam traumatizados. As mães conscientes do Canadá e em tanto lado, não sabem que os filhos até se vendem e se oferecem nas ruas. Como as pessoas são tão evoluídas quando saem das suas terreolas e querem dar aos filhos aquilo que eles não tiveram. o que que será que as crianças ganham por verem um imbecil aos berros ou aos pulos e apanharem uma laringite. Eles nem têm memória para recordar ou dar valor ao que tiveram, tanta é a tralha, como o Carlos fez com os seus vinis, apesar de ter sido um dos bafejados pela sorte, naquele tempo. E quando têm um arrobo de coragem, para não contradizerem o Carlos até não passam por anónimas. Que tristeza de mundo!

    ResponderEliminar
  7. Se quiser, mesmo, começar a saber alguma coisa sobre os problemas da maioria (dos 99%), em vez de seguir pelo caminho que a elite quer, o tal 1%, a ratoeira perfeita está nisso da esquerda/direita, sei que é difícil, eu também já fiz parte dos "adormecidos" mas, tem de ser uma investigação individual porque, parece mesmo inacreditável. O caminho é longo mas, só posso aconselhar um começo, no entanto, inútil, se não quiser viver conscientemente, procurando a Verdade, será mais cómodo conformar-se, acreditar nas notícias cozinhadas pelas 6 corporações que controlam 90% da informação a nível global ou seguir palavras de gente que pertence ao Clube das 10 famílias que controlam o Mundo. Quem pertence a esse Clube? Procure na Lista de convidados, por Portugal. Encontrará nomes de esquerda e direita na lista de convidados e, lhe garanto, não vão lá para tomar chazinho de tília mas para receber ordens.link
    Se quiser começar (porque há muito mais) a perceber qualquer coisa de como funciona a Matrix pode começar pelo filme Brexit: The Movie ou por conhecimentos básicos como este: LINK
    O BCE é um Banco Privado, se o país com as algemas da Dívida têm de obedecer a Bruxelas e se os eurodeputados não podem propor nem vetar Leis, em que espécie de Mundo pensa estar a viver? Agora só falta um Governo Global para nos escravizar totalmente e, como o dizem, com um só exército, ora se é para globalizar, o tal único exército será para controlar quem? A Humanidade está a ficar sem tempo, porque o Objectivo final do 1% foi sempre um Mundo tipo 1984 de George Orwell ou pensa que ele e Aldous Huxley que escreveu Brave New World foi tudo inspiração? Passaram ambos pela Sociedade Fabiana, uma, entre muitas, que já andavam a "costurar" o nosso Futuro. Se tudo parecia fantasia, agora é tão óbvio que só não consegue ver quem continuar a "dormir" mas, mesmo depois de acordar, vai ter muito para digerir mas, só pode acontecer por vontade própria. Esperança é a última a morrer e até fecharem as grades há bons anónimos que dão o seu tempo a uma causa maior.
    TheBattlefieldIsYou

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei alguma coisa. E a minha revolta é não poder fazer mais nada para que as coisas melhorem. Por isso fico irritada, quando alguém vem desfazer do pouco que alguns tentam fazer um pouco melhor. Grandes tumultos se aproximam e ninguém saberá o que será o dia de amanhã. A minha satisfação é que já cá não estarei. É muito velha aquela mínima: "Abençoados os pobres de espírito porque deles será o reino dos céus". Como pode ver por muitos comentários são esses os que se dizem felizes.

      Eliminar