sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

O espírito de Natal na Europa



Milhares de pensionistas gregos estão à beira da miséria. O governo grego, invocando a situação de emergência de milhares de famílias,  aprovou o pagamento de um subsídio de Natal  aos pensionistas que recebem menos de 850€.
Um ligeiríssimo esforço de 600 milhões de € que permitirá a 1,6 milhões de pensionistas dos escalões mais baixos, ter um Natal menos triste.
Aquele grupo de bandidos  do Eurogrupo  não gostou e retaliou,  adiando a implementação do plano de medidas de alívio da dívida grega que tinham  sido acordadas.
Consequência imediata: a bolsa de Atenas caiu, os juros da dívida a 10 anos subiram e ultrapassaram os 7%...
A pandilha  do Eurogrupo, dirigida pelo calvinista dos caracóis, comporta-se como um grupo terrorista. Estes imbecis são tão burros e cretinos, que não percebem que com estas medidas estão a dar milhões de votos à extrema direita. Ou então percebem e é mesmo isso que pretendem.
FUCK You Bastards!

5 comentários:

  1. A atitude do Eurogrupo é francamente terrorista.
    Se dúvidas houvessem, vem este exemplo para esclarecer o que essa gente (não) vale.
    São feios, porcos e maus.

    ResponderEliminar
  2. Será que estes cretinos vão há missa e batem no peito, dizendo-se defensores da paz e do amor? Quase parecem aqueles professores castigadores de outrora, que por tudo e por nada brandiam a régua e tinham especial prazer em pôr orelhas de burro às criancinhas...

    Raios os partam!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Esta gente não presta. Utilizam os meios financeiros com a mesma intenção com que Hitler utilizou as câmaras de gás. Exterminar os mais pobres.

    ResponderEliminar
  4. No penúltimo período está a motivação da equipa da redentora missão de salvar os que andam em desviantes aventuras.
    Quanto não vale ser miserável na terra e santo no céu?

    ResponderEliminar