sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Os Vampiros


Entre as doenças oncológicas, o cancro do pâncreas é dos que tem mais elevada taxa de morbilidade. Ao fim de 5 anos, só 20% dos doentes sobrevivem.
A cirurgia, além de complicada e de alto risco é muito dolorosa, de recuperação lenta e exige acompanhamento interdisciplinar quase permanente.
Ontem, Dia Internacional do Cancro do Pâncreas, Eduardo Barroso chamou a atenção para os anúncios" criminosos" de embusteiros que, com a cumplicidade de alguns hospitais, passam na nossa rádio.
Estes anúncios de milagreiros são um embuste e uma exploração indigna dos doentes, pelo que não se admite que ainda seja difundido na nossa rádio.
Enquanto quem de direito não toma providências, proibindo as rádios de difundir o anúncio,  sugiro que vejam ( e eventualmente divulguem) os alertas  do Dr. Eduardo Barroso



4 comentários:

  1. Caro Carlosamigo

    Não percas Amigo, não percas. Estas em óptimas mãos. Vais vencer. Vamos todos vencer contigo!!!!

    NA NOSSA TRAVESSA
    UM FUNERAL Á MANEIRA
    Publico hoje mais um artigo – o quarto – da SAGA DA ALZIRA com o título acima. Convido todas/os à sua leitura e comentários. Obrigado.
    Agradeço igualmente a divulgação desta informação.
    Henrique, o Leãozão


    ResponderEliminar
  2. Que raio de conversa é essa?! Nada de estar nos 20%. Tem mais é que estar nos que não têm cancro no pâncreas. Espero que esteja a brincar, mas com coisas sérias não se brinca.

    ResponderEliminar
  3. A medicina é um negócio. Segundo li, só há um país no mundo onde o estatuto social do médico é igual ao das outras classes: China. No resto do mundo "o poder" sobre a doença e a morte endeusaram-nos. Acho que essa será uma das razões do desenvolvimento das "medicinas alternativas". E agora que escrevo isto, lembrei-me de outro charlatão que correu paralelamente e conseguiu enganar o eleitorado.
    Carlos, não encontro o seu mail em lado nenhum. Já teria arrumado a dívida. O meu: aeb5e1415@gmail.com
    Trata-se de um endereço que já não uso mas ainda me lembro da senha. Abraço.

    ResponderEliminar
  4. Não conheço o anúncio o que para o caso não interessa.
    Claro que concordo com ele e todo o cuidado é pouco seja com cancro seja com o que for.
    Carlos, está em optimas mãos mas não se esqueça de fazer a sua parte: leve a vida com alegria que ajuda muito. :) Bjs

    ResponderEliminar