sexta-feira, 28 de outubro de 2016

É preciso ter tomates, Pedro!


António Costa  reagiu às declarações miseráveis de Schaueble,  dizendo que  só dá atenção aos alemães que conhecem Portugal e cá investem, criando riqueza. E deu um exemplo:
"Dou muita importância à Volkswagen, que decidiu manter a sua fábrica em Portugal e lançou um novo modelo a partir de Palmela"."Mas também dou muita atenção à Bosch, que fez este ano um grande investimento em investigação com a Universidade do Minho, e dou ainda muita importância à Continental, outra grande empresa alemã que lançou uma nova unidade fabril para passar a produzir em Portugal uma nova gama de pneus destinada a máquinas agrícolas. Esses são os alemães a quem eu dou atenção". 
Passos Coelho, lider de um governo que durante quase cinco anos se submeteu às maiores humilhações no âmbito internacional, classificou a reação de Costa  como "graçolas".
Comentário típico de um cobardolas que só conhecia as posições de cócoras e de joelhos, quando dialogava com Schaueble.
É preciso ter dignidade, coragem ( ou se preferires, tomates!) para dar a resposta adequada a um palhaço alemão, Pedro! 
Ora o nosso ex- pm só tem aquela coisa entre parênteses, quando esgrime argumentos com  mulheres.

5 comentários:

  1. Gostei da resposta do nosso primeiro ministro: inteligente. E de um primeiro ministro. Força Costa!

    ResponderEliminar
  2. Tomates tiveram os gregos, mas não o vosso António Costa!

    ResponderEliminar
  3. Uma excelente resposta, a do nosso PM. Quanto ao outro, não tem dignidade nem carácter!

    ResponderEliminar
  4. Resposta digna do Primeiro Ministro!! Do aprendiz de ditador nem tem comentário:

    ResponderEliminar
  5. Portugal continua partido ao meio.
    Não fosse a cola Marcelo e não sei o que poderia acontecer.

    ResponderEliminar