quarta-feira, 7 de setembro de 2016

A Rentrée

Estão preparados para a Rentrée? Não estão nem aí? Quando voltarem de ferias pensam nisso?
Seja qual for a vossa situação, há varias coisas que vão ocorrer depois  das férias, porque há coisas que nunca mudam:
- Os ingleses continuarão atarantados com o  Brexit e sem saber o que fazer a seguir;
- A UE, com o apoio de Passos Coelho. continuará a exigir que o governo venda o escasso património público que ainda nos resta, para satisfazer a gula dos privados;
- A comunicação social continuará a correr atrás do que vai lendo nas redes sociais e a ser porta voz das desgraças anunciadas por Pedro Passos Coelho;
- Os EUA continuarão a fingir que não intervêm na América Latina, para derrubar Maduro e Morales;
- A UE continuará a varrer o problema dos refugiados para debaixo do tapete e a indignar-se muito com a guerra na Síria, as mortes no Mediterrâneo e com a pobreza, mas as medidas contra os países mais fracos e mais pobres continuarão a aumentar as desigualdades;
- A discussão séria sobre os problemas que afectam a Europa continuará a ser adiada, porque continuam a faltar lideres europeus capazes de dizer "o rei vai nu";
-No Brasil, Temer continuará a afirmar que o seu governo é democrático;
- As televisões tugas  (nomeadamente os autodenominados canais de informação) continuarão a ocupar o horário nobre com discussões metafísicas sobre  arbitragens, onde comentadores incapazes de despir a camisola trocam insultos e quase chegam a agressão física em directo;
-Nos mesmos canais, continuarão a aparecer os mesmos comentadores políticos a discutir as mesmas temáticas, com os mesmos argumentos
E nós? Continuaremos a indignar-nos nas redes sociais, a protestar contra o governo, a dizer mal dos políticos, mas a nada fazer para construir um país melhor, porque "não vale a pena".

2 comentários:

  1. "E nós? Continuaremos a indignar-nos nas redes sociais, a protestar contra o governo, a dizer mal dos políticos, mas a nada fazer para construir um país melhor"?

    ó Carlos, cada um um fale por si, pode ser?

    ResponderEliminar